Viber oferece ligações grátis para os EUA

HOMEMobilidadeRedesVoIP

A agressiva campanha de crescimento do Viber continua. O serviço de mensagens e VOiP agora liberou no Brasil ligações grátis para celulares e telefones fixos nos EUA. Há cinco semanas, foram liberadas chamadas grátis para números no Brasil. Com a promessa de manter o benefício caso o crescimento fosse da ordem de 25% por semana,

A agressiva campanha de crescimento do Viber continua. O serviço de mensagens e VOiP agora liberou no Brasil ligações grátis para celulares e telefones fixos nos EUA.

viber (1)

Há cinco semanas, foram liberadas chamadas grátis para números no Brasil. Com a promessa de manter o benefício caso o crescimento fosse da ordem de 25% por semana, a popularidade do aplicativo explodiu.

Usuários brasileiros do Viber agora podem ligar gratuitamente para telefones fixos e celulares nos Estados Unidos por meio do aplicativo, que é gratuito. Segundo o CEO da empresa, Talmon Marco, a novidade é um “presente” em função do crescimento da plataforma no país.

“Ampliando a gratuidade, possibilitaremos que muitas pessoas falem com seus parentes e amigos que moram nos EUA à vontade. Além disso, os turistas com viagem programada poderão falar com hotéis, confirmar passeios, e empresas poderão ligar para seus parceiros norte-americanos com custo zero”, diz Luiz Felipe Barros, gerente-geral do Viber no Brasil.

Hoje, o Viber permite que os usuários brasileiros liguem de graça e de forma ilimitada para fixos em todo o território nacional. As chamadas para celular também são gratuitas, mas apenas entre quem utiliza o aplicatvo.

A base de usuários da plataforma no país saltou de 10 milhões, em janeiro, para 15 milhões. Foram mais de 13 milhões de ligações gratuitas e 60 milhões de minutos no último mês. “O Brasil se consolida como um dos mercados mais promissores para a expansão global da empresa”, explica Barros.

Segundo o Viber, as ligações sem custo no Brasil e para os EUA serão renovadas semanalmente caso o volume de mensagens de texto trocadas pelos usuários aumente pelo menos 25% em cada sete dias.

Comprado pelo grupo japonês Rakuten em fevereiro, o Viber estabeleceu um escritório no Brasil e iniciou sua ofensiva quando o Whatsapp apresentou falhas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor