Apps nativos da Samsung são ignorados pelos usuários

HOMEMobilidadeSistema Operacional

Os aplicativos da Samsung, que vem pré-instalados nos Galaxy S3 e S4, não são considerados interessantes pelos usuários e acabam sem uso. A conclusão é de um estudo feito pela consultoria Strategy Analytics. Em vez de utilizar os apps nativos da Samsung, ou sua loja de aplicativos, os usuários, como esperado, preferem os populares Facebook,

Os aplicativos da Samsung, que vem pré-instalados nos Galaxy S3 e S4, não são considerados interessantes pelos usuários e acabam sem uso. A conclusão é de um estudo feito pela consultoria Strategy Analytics.

mobile

Em vez de utilizar os apps nativos da Samsung, ou sua loja de aplicativos, os usuários, como esperado, preferem os populares Facebook, WhatsApp, Twitter e conseguem seus aplicativos principalmente na loja Google Play.

A pesquisa, que ouviu norte-americanos que possuem os aparelhos, apurou que, no total, são utilizados sete minutos dos aplicativos por mês. Para efeito de comparação, a média de uso só do Facebook chega a 11 horas/mês.

Diferente da rival Apple, que emplaca vários aplicativos próprios no iOS, a Samsung não consegue estimular o uso de seus aplicativos, mesmo dominando o mercado mundial de smartphones. O ChatON, por exemplo, recebeu nessa semana uma atualização importante, com várias novidade, mas nem assim os usuários se animaram: em média, o app é utilizado por míseros seis segundos, o tempo de logar e deslogar.

O software sempre foi um desafio para a sul-coreana. Apesar da aceitação do seu hardware  (que fica evidente pelo volume de vendas), a dependência do ecossistema Android limita muito a capacidade da Samsung de explorar o mercado de apps.

A empresa até sinalizou em alguns momentos que gostaria de ter um sistema próprio. O Bada foi a primeira tentativa, destroçada pelo Android. O Tizen, sistema próprio que vem embarcado na nova geração do Galaxy Gear, pode estar na próxima geração do Galaxy S. A dúvida que fica é se o consumidor, acostumado ao Android, vai abrir mão do sistema, e da enormegama de aplicativos, em nome da lealdade à marca. 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor