Procon-SP pede explicações sobre rede 4G de operadoras

4GHOMEMobilidadeOperadorasRedes

As operadoras Claro, TIM, Oi e Vivo foram notificadas pelo Procon-SP a prestar esclarecimentos sobre os serviços de internet móvel 4G. Segundo o órgão de defesa do consumidor, a notificação foi feita por causa do elevado volume de reclamações de usuários sobre falhas no serviço e informações insuficientes oferecidas aos clientes. Caso comprovadas as irregularidades,

As operadoras Claro, TIM, Oi e Vivo foram notificadas pelo Procon-SP a prestar esclarecimentos sobre os serviços de internet móvel 4G.

4g

Segundo o órgão de defesa do consumidor, a notificação foi feita por causa do elevado volume de reclamações de usuários sobre falhas no serviço e informações insuficientes oferecidas aos clientes.

Caso comprovadas as irregularidades, as empresas poderão ser penalizadas nos termos do Código de Proteção e Defesa do Consumidor.

Segundo nota do órgão de defesa do consumidor, as empresas terão que esclarecer, entre outras coisas, quais os modelos de aparelhos celulares, tablets e modens anunciados são compatíveis com tecnologia 4G, se esses aparelhos são homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e se a tecnologia funciona tanto nos aparelhos pré e pós-pago.

Além disso, o Procon quer saber se o consumidor deverá arcar com os custos para aquisição de novo chip para acesso à nova tecnologia. As empresas também devem especificar os planos aos quais está atrelada a tecnologia 4G (no caso do pós-pago), quais as áreas de cobertura da tecnologia 4G no Estado de São Paulo e como o consumidor é previamente informado sobre da área de cobertura em sua região.

Apesar de presente nas maiores capitais brasileiras, a rede 4G continua mostrando instabilidade. Na área metropolitana de São Paulo, por exemplo, a reportagem da B!t raramente consegue uma conexão estável, mesmo estando perto de antenas das operadoras.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor