Um terço dos ataques de phishing tem objetivo de roubar dinheiro

CyberwarHOMESegurança

O Kaspersky Lab divulgou estudo que mostra a intensificação dos ataques digitais criminosos contra usuário, usando artifícios que confundem-se com as ferramentas legítimas oferecidas por bancos e instituições financeiras. O estudo ‘Ameaças virtuais financeiras de 2013’ apurou que os criminosos virtuais estão focando esforços para obter informações confidenciais de usuários e roubar valores de contas

O Kaspersky Lab divulgou estudo que mostra a intensificação dos ataques digitais criminosos contra usuário, usando artifícios que confundem-se com as ferramentas legítimas oferecidas por bancos e instituições financeiras.

phishing spam

O estudo ‘Ameaças virtuais financeiras de 2013’ apurou que os criminosos virtuais estão focando esforços para obter informações confidenciais de usuários e roubar valores de contas bancárias por meio da criação de sites falsos.

Em 2013, 31,45% dos ataques de phishing utilizaram os nomes de grandes bancos, lojas online e sistemas de pagamento eletrônico, 8,5% acima do observado no ano anterior. Na América Latina, que representa 3,56% dos ataques de phishing em todo o mundo, 36% delas são destinadas ao roubo de dados financeiros.

O phishing é um esquema de fraude usado por criminosos virtuais para obter dados confidenciais de usuários com o auxílio de páginas da Web falsas que imitam recursos das instituições. Diferente dos softwares maliciosos, que são criados para sistemas operacionais específicos, os ataques de phishing ameaçam todos os dispositivos capazes de acessar páginas da Web. Esse é um dos motivos de sua popularidade entre os golpistas.

Os sites de phishing visam coletar dados financeiros dos usuários desavisados. Em 2013, os alvos mais atraentes foram os bancos, usados em 70,6% de todos os phishings de caráter financeiro. Isso representa um aumento acentuado em relação a 2012, quando os phishings direcionados a bancos representaram apenas 52%. No geral, os sites falsos de bancos estiveram envolvidos em duas vezes mais ataques de phishing (22,2%) em 2013.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor