Pesquisa aponta que 96% dos hotéis brasileiros têm Wi-Fi gratuito

HOMEOperadorasRedes

A Kayak, empresa especializada em pesquisas de viagens online, realizou um levantamento mundial com mais de 500 mil hotéis para descobrir onde o turista a contra acesso gratuito à internet via Wi-Fi. Ao contrário do que se imaginava, o Brasil superou as expectativas e atualmente possui 96% de seus hotéis com hóspedes conectados gratuitamente. Com

A Kayak, empresa especializada em pesquisas de viagens online, realizou um levantamento mundial com mais de 500 mil hotéis para descobrir onde o turista a contra acesso gratuito à internet via Wi-Fi. Ao contrário do que se imaginava, o Brasil superou as expectativas e atualmente possui 96% de seus hotéis com hóspedes conectados gratuitamente.

wifi hotel

Com 10.815 hotéis avaliados, a rede hoteleira brasileira oferece mais Wi-Fi gratuito do que alguns destinos tradicionais como Alemanha (73%), Portugal (90%), Itália (90%), Estados Unidos (93%) e França (94%). Com isso o Brasil ficou na 19º posição no ranking mundial de hotéis com Wi-Fi gratuito, considerando apenas os países com mais de 1 mil hotéis pesquisados. Com 99%, a Romênia e o Vietnã são os países líderes do ranking, seguidos por Taiwan com 98%. Na lanterna estão Austrália (56%), Nova Zelândia (59%) e Alemanha (73%).

“Sabemos que nos dias atuais praticamente todos os hóspedes chegam aos hotéis com smartphones, notebooks e tablets. Por isso não há nada mais frustrante que se hospedar e não poder acessar gratuitamente a internet para checar seus e-mails, redes sociais e trocar mensagens”, explica Nicolas Scafuro, diretor do KAYAK para a América Latina.

A América Latina teve um bom retrato nesse mapa o que fez com que as Americas ficassem com média de 94%, acima da média europeia e mundial, que coincidem nos 90%. Os países mais conectados na região são: Colômbia (97%), Costa Rica (97%), Chile (97%), Argentina (96%) e Brasil (96%). A Oceania é o continente com mais hóspedes offline, com apenas 55% dos hotéis com Wi-Fi gratuito.

“Apesar de não ser o principal fator decisório para que um turista escolha o hotel em que vai se hospedar, a falta de Wi-Fi gratuito pode servir como critério de desempate entre duas opções. Sempre recomendamos que antes de definir uma reserva o turista compare o que o hotel oferece”, completa o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor