Fujitsu coloca o homem no centro da TI

HOMENegócios

Vamos chamá-las de “inovações humanocêntricas”. Ou seja, inovações centradas no ser humano. Este foi o grande mote do “Forum Tokyo 2014”, um evento que todos os anos a Fujitsu organiza na terra do sol nascente. O objetivo é claro: mostrar ao mundo até que ponto se pode aproveitar o poder da TI para acelerar a

Vamos chamá-las de “inovações humanocêntricas”. Ou seja, inovações centradas no ser humano. Este foi o grande mote do “Forum Tokyo 2014”, um evento que todos os anos a Fujitsu organiza na terra do sol nascente. O objetivo é claro: mostrar ao mundo até que ponto se pode aproveitar o poder da TI para acelerar a inovação que ajuda as pessoas e contribui para dar uma solução a uma série de desafios vividos pelas empresas e pela sociedade. “A Fujitsu pretende ajudar a criar um futuro seguro e próspero”, garantiu na sessão de abertura Masami Yamamoto, presidente da companhia japonesa.

Japão

Para a Fujitsu, parece não haver muitas dúvidas. O mundo está a passar por mudanças dramáticas com a sociedade e as empresas a serem confrontadas com inúmeros desafios. Desafios esses que incluem mudar as estruturas de mercado fruto da globalização econômica, o envelhecimento da população, a preparação para os desastres naturais e uma população global crescente que está a exercer pressão sobre o fornecimento de alimentos, água, recursos e energia.

No meio destes desafios, a TI continua a evoluir. E, segundo a Fujitsu, não apenas a conectar à internet pessoas, mas coisas. A tal “Internet das Coisas”, de que tanto se fala. De fato, não é difícil perceber que a análise instantânea do enorme volume de informações que flui a partir de todas estas ligações se tornou em uma ferramenta valiosa para obter informações mais precisas no momento de tomar uma decisão. Basicamente, defende a Fujistu e claramente inúmeros players do mercado, as TIC têm o potencial de gerar inovação que pode transformar significativamente a vida das pessoas, da indústria e da sociedade em geral.

E é precisamente aqui, no Fujitsu Forum 2014, que a empresa nipônica aproveita para mostrar as suas mais recentes investidas. Basicamente o evento é composto por uma série de seminários e exposições que demonstram iniciativas em que as TIC são usadas de novas formas, indo além do comércio e da indústria, para ajudar a construir comunidades e permitir que as pessoas levem uma vida mais confortável. “Estas iniciativas focam-se na mobilidade, big data e outros avanços na área das TIC que suportam a transformação e o crescimento dos negócios. E também nos produtos de ponta, serviços e tecnologias que permitem que essas mudanças ocorram”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor