Intel quer acabar com os cabos dos PCs em dois anos

EscritórioMobilidadePC

A Intel aproveitou a sua presença na Computex para partilhar os seus planos de acabar com os cabos que servem para ligar e carregar os PCs dentro de dois anos. Tudo graças às tecnologias A4WP Rezence e WiGig. Para os mais céticos, a Intel realizou na feira asiática demonstrações de uma tecnologia sem fios baseada no

A Intel aproveitou a sua presença na Computex para partilhar os seus planos de acabar com os cabos que servem para ligar e carregar os PCs dentro de dois anos. Tudo graças às tecnologias A4WP Rezence e WiGig.

intel-logo-1024x682

Para os mais céticos, a Intel realizou na feira asiática demonstrações de uma tecnologia sem fios baseada no padrão A4WP Rezence, que permite carregar portáteis mesmo ao ser colocada debaixo de uma superfície de madeira de duas polegadas, sendo possível carregar mais de um dispositivo ao mesmo tempo.

Além disso, a Intel está trabalhando também em suportes, monitores e transferências de dados e afirma que os cabos podem ser eliminados já em 2016.

Para tal, muito contribuirá a tecnologia WiGig, que começou a ser desenvolvida em 2007 pela Wireless Gigabit Alliance e que é três vezes mais rápida do que o padrão 802.11ac. A Intel está a trabalhar em módulos WiGig para portáteis, desktops e monitores de alta definição, podendo começar a integrar estes módulos sem fios nos computadores durante o próximo ano.

Além deste investimento em investigação e desenvolvimento para acabar com os cabos, a Intel pretende igualmente que os computadores passem a ser mais interativos, pelo que os PCs com câmeras 3D começarão a chegar ao mercado no final deste ano.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor