Intel é punida com multa bilionária na Europa

HOME

Justiça determinou que a multa de US$ 1,43 bilhão por práticas de concorrência desleal por parte da Intel é válida. O valor havia sido depositado em juízo e aguardava decisão em instância superior para ser convertido. O processo, que tramitava na corte da Comissão Europeia há mais de cinco anos, é referente à conduta em

Justiça determinou que a multa de US$ 1,43 bilhão por práticas de concorrência desleal por parte da Intel é válida. O valor havia sido depositado em juízo e aguardava decisão em instância superior para ser convertido.

intel fachada 3

O processo, que tramitava na corte da Comissão Europeia há mais de cinco anos, é referente à conduta em relação à AMD, competidora direta no mercado de processadores x86.

Segundo a acusação, a companhia violou o Regulamento Antitruste da União Europeia, que controla a concorrência do mercado, ao oferecer descontos agressivos na compra de chips para empresas como Dell, HP e Lenovo.

Mais grave ainda é a acusação de pagamento de “bola” para que Acer, HP e Lenovo atrasassem ou deixassem de lançar produtos com tecnologia AMD no mercado.

A Intel contestava o montante da multa desde 2009 alegando que o valor era abusivo. Finalmente, após vários recursos julgados, a Comissão Geral da Corte, levando em conta a dominância de mercado da companhia, determinou que a multa é compatível com o porte da empresa.

Em comunicado, a Intel declarou estar decepcionada com a decisão, mas não revelou vai apelar em última instância.

Com preços mais competitivos que a concorrente, a AMD tem sofrido para se manter no mercado de processadores x86 para notebooks e computadores. O maior êxito da empresa hoje são os chips que equipam todos os consoles de nova geração (XBox One, PlayStation 4 e Wii U) e seus chips gráficos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor