Intel melhora perspectiva de negócio com demanda mais forte por PC

GestãoNegóciosResultados

 A Intel elevou  sua perspectiva de desempenho no segundo trimestre e para todo o ano, citando demanda mais forte que a esperada de empresas por computadores pessoais. A Intel afirmou que agora espera receita de segundo trimestre de US$ 13,7 bilhões, com uma margem para mais ou para menos de 300 milhões. Anteriormente, a companhia

 A Intel elevou  sua perspectiva de desempenho no segundo trimestre e para todo o ano, citando demanda mais forte que a esperada de empresas por computadores pessoais.

intel fachada 2

A Intel afirmou que agora espera receita de segundo trimestre de US$ 13,7 bilhões, com uma margem para mais ou para menos de 300 milhões. Anteriormente, a companhia esperava faturamento de US$ 13 bilhões, com margem de US$ 500 milhões.

A empresa afirmou que espera “algum” crescimento de receita em todo 2014, ante perspectiva anterior de receita estável no ano.

Em abril a empresa anunciava que lucro líquido da Intel caiu no primeiro trimestre, mas ficou acima das estimativas de Wall Street, enquanto a produtora de chips lutava contra a queda da demanda por computadores pessoais.

Com os embarques de computadores pessoais caindo há oito trimestres consecutivos até março, alguns analistas acreditam que o recuo do setor está próximo de atingir seu piso. Isso poderia dar à Intel um respiro enquanto luta para desenvolver melhores processadores para dispositivos móveis e equipamentos vestíveis.

Em seu balanço divulgado divulgado em abril, a Intel disse que a receita de seu grupo de clientes de PCs no primeiro trimestre foi de US$ 7,9 bilhões, queda de 1 % na comparação anual.

A companhia esperava margem bruta para o ano de cerca de 61 por cento, o que representaria alta de 1 ponto percentual sobre a previsão anterior da Intel.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor