Pesquisa revela preocupação crescente com segurança financeira

HOMENegóciosSegurança

O Unisys Security Index, pesquisa estudo global realizada anualmente que fornece informações sobre as atitudes dos consumidores em diversos aspectos relacionados à segurança, revelou que o percentual de brasileiros seriamente preocupados com a segurança financeira aumentou 22 pontos percentuais em relação aos resultados do último ano. A maior preocupação diz respeito à capacidade de honrar

O Unisys Security Index, pesquisa estudo global realizada anualmente que fornece informações sobre as atitudes dos consumidores em diversos aspectos relacionados à segurança, revelou que o percentual de brasileiros seriamente preocupados com a segurança financeira aumentou 22 pontos percentuais em relação aos resultados do último ano.

segurança

A maior preocupação diz respeito à capacidade de honrar com obrigações financeiras, tais como pagamento de financiamentos, empréstimos e outras contas.

Os resultados da edição 2014 da pesquisa Unisys Security Index apontaram que a preocupação dos brasileiros em relação à segurança financeira aumentou 22 pontos percentuais em relação ao ano anterior, saltando de 175 para 197 pontos em uma escala de 0 a 300, o que representa um alto nível de preocupação.

Como resultado, o Brasil está colocado entre os países com as maiores preocupações sobre a segurança financeira. Dos 12 países cobertos pelo estudo da Unisys, o Brasil ficou a apenas um ponto do topo do ranking, dividido entre México e França, as duas nações com o maior nível de preocupação nesta área.

Nesse aspecto, um dos principais temores por parte dos brasileiros ouvidos pelo estudo é o uso indevido por terceiros de dados de cartões bancários. No levantamento anterior, 75% das pessoas se posicionaram como seriamente preocupadas em relação ao tema, e em 2014 este número subiu para 81%.

Já o receio quanto à capacidade de honrar os compromissos financeiros assumidos, tais como o pagamento de empréstimos, financiamentos e outras despesas, também aumentou 19 pontos percentuais de um ano para o outro, saltando de 53% para 72%.

No que diz respeito à segurança na internet, a pesquisa constatou um aumento de 4 pontos quanto à preocupação com o recebimento de vírus e e-mails indesejados. Além disso, os entrevistados brasileiros se mostraram mais reticentes quanto a operações de e-commerce e mesmo ao acesso à sua conta bancária pela internet. Este percentual cresceu de 48% no ano passado para 55% em 2014.

“A recente aprovação do Marco Civil da Internet e o debate a respeito de outras leis que visam combater os crimes cibernéticos e proteger a privacidade dos dados de cidadãos brasileiros são medidas fundamentais para devolver a confiança a pessoas físicas e a empresas, para que todos possam usufruir os benefícios proporcionados pela tecnologia para produzir mais e melhor”, comenta Agostinho Rocha, Managing Director para o Brasil e Vice-Presidente de Vendas da Unisys para América Latina.

O índice geral de segurança do Brasil medido pela pesquisa da Unisys subiu de 173, em 2013, para 187 pontos neste ano (em uma escala de 0 a 300). O levantamento é realizado desde 2007 no país e mais de 1000 brasileiros foram entrevistados para o estudo, que contemplou ao todo 12 países: Alemanha, Austrália, Brasil, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Malásia, México, Nova Zelândia e Reino Unido. O Unisys Security Index avalia as principais preocupações dos consumidores em quatro áreas: segurança nacional, financeira, pessoal e na internet.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor