Análise de Big Data mostra vitória certa do Brasil contra Croácia

Big DataData StorageHOME

Uma ferramenta interativa lançada pelo site especializado em esportes Five Third Eight utiliza um algoritmo avançado de análise de Big Data para tentar prever, de forma cientificamente precisa, o resultado dos jogos da Copa do Mundo. A ferramenta, disponível no site, leva em conta dados estatísticos e históricos das equipes, fazendo inclusive o acompanhamento individual de cada

Uma ferramenta interativa lançada pelo site especializado em esportes Five Third Eight utiliza um algoritmo avançado de análise de Big Data para tentar prever, de forma cientificamente precisa, o resultado dos jogos da Copa do Mundo.

copa silhueta

A ferramenta, disponível no site, leva em conta dados estatísticos e históricos das equipes, fazendo inclusive o acompanhamento individual de cada jogador, para delinear cenários prováveis de jogo.

O algoritmo desenvolvido para a análise é tão avançado que leva em conta até o estresse que o deslocamento dos atletas pelo mundo pode causar. Por exemplo, uma equipe que é acostumada a diferentes condições climáticas e enfrenta uma longa viagem, sem muito tempo para se acostumar com o Brasil, tem suas chances de vitória impactadas.

Claro, essa análise parece ser de senso comum, até pela paixão que o esporte inspira. Mas o interessante da ferramenta é a tradução em números palpáveis das possibilidades, de forma muito mais apurada que um simples palpite informado.

Atualizada em tempo real, a ferramenta faz uma projeção imediata do possível resultado das partidas. No momento, ela mostra a probabilidade dos países vencerem em seus respectivos grupos. O Brasil é favorito disparado, com 99,4% de chance de passar para a próxima fase. A Croácia, que enfrenta o País na abertura da Copa, tem mais de 63% de chances de cair fora na primeira fase. As chances de vencer o Brasil são ainda menores: apenas 3%.

A Argentina também está forte na análise: 92,5% de chance de passar para a próxima fase.

Diferente dos modelos de análise mais usados, que só focam as estatísticas passadas, o modelo de análise é preditivo. Até mesmo jogos amistosos são levados em conta, pois servem de referencial especialmente contra equipes com rivalidades históricas.

O sistema de previsão é utilizado pela rede ESPN para que seus comentaristas tenham respaldo para discutir possíveis desdobramentos das partidas, não só de futebol, mas como basquete e outros esportes competitivos.

Pela análise, o Brasil tem mais de 45% de chances de ficar com a taça. Agora é esperar e ver se a ferramenta realmente acerta.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor