Bitdefender cria central de segurança na nuvem para PMEs

CloudEmpresasHOMENegóciosSegurança

A Bitdefender, fornecedora de tecnologias antivírus, lançou a nova edição do Small Office Security, uma solução em nuvem que leva aos pequenos escritórios recursos avançados de proteção e gerenciamento de segurança sem exigir o emprego de técnicos especializados. Opcionalmente, a Bitdefender também oferece a versão do produto na forma de licença para instalação no servidor

A Bitdefender, fornecedora de tecnologias antivírus, lançou a nova edição do Small Office Security, uma solução em nuvem que leva aos pequenos escritórios recursos avançados de proteção e gerenciamento de segurança sem exigir o emprego de técnicos especializados. Opcionalmente, a Bitdefender também oferece a versão do produto na forma de licença para instalação no servidor físico da empresa.

bitdefender-identity-design-19

Indicado para redes de PCs, Macs ou híbridas, o Small Office Security permite eliminar instalações locais de arquitetura complexa e cortar os custos de servidores, já que seu processamento acontece na nuvem. Outro objetivo da solução é liberar o tempo das equipes, que não necessitam se envolver em questões relativas à segurança de TI.

“É cada vez maior o número de PMEs que descobre a computação em nuvem como uma forma de driblar o aumento de custos de TI, não só para evitar a compra de novas máquinas, mas principalmente para conter os custos de suporte técnico especializado”, afirma Eduardo Dantona, presidente da Securisoft e diretor da Bitdefender no Brasil.

A partir de uma taxa fixa de assinatura, a solução oferece um console de segurança que pode ser gerenciado por qualquer pessoa sem conhecimentos técnicos. A ferramenta possibilita controlar, em tempo real, todos os usuários remotos e fixos, independentemente da combinação de Windows ou Macs, bem como de desktop e servidores.

Ainda segundo o executivo, as PMEs são tão dependentes de tecnologia quanto as grandes corporações. Mas apesar de se submeter ao mesmo risco que acomete a uma multinacional, o pequeno empreendedor tende a não investir em segurança de dados, seja por desconhecer os riscos ou por contenção de despesas. “Nossa solução foi criada para oferecer uma plataforma de nível corporativo, mas com uma base de custo compatível com a realidade financeira da PME”, assinala Dantona.

Na avaliação do diretor a capacidade de gerenciar a segurança de forma centralizada é um dos diferenciais da solução, já que ela retira do usuário final dos desktops a responsabilidade de se precaver contra ameaças. “Todas as pesquisas mostram que falhas do usuário ou violações do publico interno representam a maior área de risco de segurança das empresas”, completa Dantona.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor