Ciberguerras entre países põe empresas em risco

CyberwarHOMESegurança

A Kaspersky Lab alertou que os ciberataques entre países podem colocar empresas em situação de vulnerabilidade, inclusive com risco de roubo de dados. Segundo o relatório especial “’Quem nos espia?’ Nenhuma empresa está a salvo da ciberespionagem”, elaborado pela empresa de segurança, são cada vez mais comuns atos ciberguerra em que um país lança ciberataques

A Kaspersky Lab alertou que os ciberataques entre países podem colocar empresas em situação de vulnerabilidade, inclusive com risco de roubo de dados.

ameaças

Segundo o relatório especial “’Quem nos espia?’ Nenhuma empresa está a salvo da ciberespionagem”, elaborado pela empresa de segurança, são cada vez mais comuns atos ciberguerra em que um país lança ciberataques contra outro, o que resulta frequentemente em ‘danos colaterais’ indesejados para as empresas.

Com efeito, o lançamento de um ataque de ciberguerra na internet pode provocar muitas consequências incontroladas e iniciar um efeito dominó que põem em cheque as instituições e empresas que nela operam, quando as suas redes de TI corporativas são infectadas por malware.

“Os cibercriminosos estão dispostos a aprender novas técnicas que possam melhorar a eficácia dos seus ataques. Eles dedicam um esforço considerável à engenharia inversa dos ataques mais sofisticados, inclusive daqueles que foram desenvolvidos por países. E uma vez bem-sucedidos, a única esperança para as empresas e instituições é que o seu fornecedor de segurança esteja em plena forma”, disse em comunicado Vicente Díaz, analista da Kaspersky Lab.

A empresa aconselha a adoção uma solução de segurança de TI exaustiva que não foque apenas em uma proteção antimalware. Uma boa solução de segurança tem que incluir avaliação de vulnerabilidades, gestão de correções, controles de aplicações que também incluam registro em listas brancas e funcionalidade de Default Deny, controles de dispositivos, controles web, defesas contra ataques Zero-day, criptografia de dados e segurança móvel com gestão de dispositivos (Mobile Device Management).

A atualização dos sistemas operacionais para versões mais recentes também é uma forma de proteger a integridade dos dados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor