HP chega a acordo em processos de compra da Autonomy

Negócios

Hewlett-Packard e advogados representando acionistas confirmaram  que chegaram a um acordo para encerrar um litígio sobre a aquisição, por 11,1 bilhões de dólares, da companhia britânica de software Autonomy. Sob os termos do acordo, todas as acusações contra os atuais e ex-diretores, executivos e conselheiros, exceto ex-executivos e conselheiros da Autonomy, serão retiradas, disse a

Hewlett-Packard e advogados representando acionistas confirmaram  que chegaram a um acordo para encerrar um litígio sobre a aquisição, por 11,1 bilhões de dólares, da companhia britânica de software Autonomy.

Hammer

Sob os termos do acordo, todas as acusações contra os atuais e ex-diretores, executivos e conselheiros, exceto ex-executivos e conselheiros da Autonomy, serão retiradas, disse a companhia em um comunicado.

Os requerentes e seus advogados da Cotchett, Pitre & McCarthy e da Robbins Geller Rudman & Dowd vão ajudar a HP a entrar com ações contra o ex-presidente-executivo da Autonomy Michael Lynch, seu ex-vice-presidente financeiro Shushovan Hussain, e potencialmente outros, acrescentou a HP.

A HP registrou uma baixa contábil de 8,8 bilhões de dólares em novembro de 2012 pela compra da Autonomy fechada pouco menos de um ano antes, com mais de 5 bilhões de dólares do total ligados ao que a HP disse à época serem “sérias irregularidades contábeis, distorções e falhas de divulgação”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor