Ministério do Desenvolvimento Social ganha impulso com Algar Tech

HOMENegóciosOutsourcingProjetosSoftware

A Algar Tech, que presta serviços em processos de negócios por meio de Infraestrutura de TI, Serviços Gerenciados de TIC, Aplicações de Negócios, Relacionamento com o Cliente e Negócios Digitais, anunciou que conseguiu elevar a performance e qualidade dos serviços prestados ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). A melhoria foi conseguida por meio do Centro

A Algar Tech, que presta serviços em processos de negócios por meio de Infraestrutura de TI, Serviços Gerenciados de TIC, Aplicações de Negócios, Relacionamento com o Cliente e Negócios Digitais, anunciou que conseguiu elevar a performance e qualidade dos serviços prestados ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

mds-fachada-an

A melhoria foi conseguida por meio do Centro Integrado de Serviços (CIS) – projeto formado por especialistas que diagnosticam os problemas da infraestrutura de TI do cliente e geram um programa de futuras mudanças para estabilização do ambiente.

Responsável pelo suporte e manutenção de Infraestrutura e Redes do MDS, nos parques Windows, Linux e Mainframe, a Algar Tech mapeou as rotinas do cliente para promover uma reestruturação tanto na equipe quanto nos processos.

“Conseguimos implementar novas rotinas e redesenhar as que já existiam. Dessa forma, o Ministério ganhou em performance e qualidade, e a empresa em um aumento do faturamento fixo. Uma implementação recente que fizemos ao cliente, por exemplo, foi a rotina de Backup”, afirmou à imprensa o coordenador geral de TI da Algar Tech, Edilson Rodrigues Braga.

O movimento de reestruturação ainda contemplou a alocação dos associados (como são chamados os funcionários do grupo Algar) em cargos mais próximos de seus perfis, promoções que motivaram um maior engajamento da equipe, e reuniões diárias ao fim do dia para que cada técnico faça um balanço do dia. “Na operação chamamos as entregas das rotinas na linguagem ‘k’. Hoje, entregamos 29k/mês. Com essas mudanças, para o próximo ciclo, entregaremos 79k somente de rotina”, destacou Braga. Ainda segundo Edilson, esse aumento se deu, sobretudo, em função de implementações de novos projetos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor