Leilão do 4G acontecerá em 30 de setembro

4GHOMEMobilidadeOperadorasRedes

O leilão da faixa 700 MHz, que será alocada para telefonia celular 4G, será no dia 30 de setembro. A data foi divulgada no edital publicado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A licitação definirá quais empresas poderão explorar comercialmente a frequência no Brasil. Segundo apurou a Agência Brasil, os preços mínimos das outorgas somam

O leilão da faixa 700 MHz, que será alocada para telefonia celular 4G, será no dia 30 de setembro. A data foi divulgada no edital publicado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A licitação definirá quais empresas poderão explorar comercialmente a frequência no Brasil.

4g

Segundo apurou a Agência Brasil, os preços mínimos das outorgas somam R$ 7,7 bilhões, e o valor do compromisso de pagamento dos custos para solucionar problemas de interferências e para a liberação da faixa, que hoje é ocupada por emissoras de TV analógica, será de R$ 3,6 bilhões. Somando custos que as empresas poderão ter para cumprir metas do leilão anterior, o custo total deverá ser R$ 11,8 bilhões.

No dia 23 de setembro, a Anatel receberá os documentos de identificação e de regularidade fiscal, as garantias de manutenção de proposta de preço, as propostas de preço e a documentação de habilitação dos interessados em participar da licitação, que será julgada pelo critério do maior preço público ofertado para cada lote.

Serão leiloados seis lotes, três com cobertura nacional. O Lote 4 abrange o Brasil inteiro, com exceção da região coberta pela operadora Sercomtel (Londrina, no Paraná), e alguns municípios do interior de Minas Gerais, Goiás e São Paulo, cobertos pela CTBC. Os lotes 5 e 6 são regionais e cobrem a área da CTBC e Sercomtel. Se não houver demanda na primeira rodada, poderá haver outra chamada, com os lotes remanescentes divididos em espectros menores. O preço mínimo da outorga de cada lote nacional foi estipulado em R$ 1,92 bilhão. Os demais lotes terão preço mínimo de R$ 1,89 bilhão, R$ 29,5 milhões e R$ 5,28 milhões.

A faixa de 700 MHz vai complementar a de 2,5 giga-hertz (GHz), leiloada em junho de 2012, também para a tecnologia 4G. Enquanto a frequência de 2,5 GHz tem mais capacidade e raio de cobertura menor, a de 700 MHz tem abrangência maior e necessita de menos antenas, além de ser usada por diversos países, como os Estados Unidos e a Argentina.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor