Telecom Italia entra na corrida por GVT

EmpresasNegóciosOperadorasRedes

A Telecom Italia vai brigar com a espanhola Telefónica pela aquisição da GVT, a operação brasileira da Vivendi e rumores indicam que a está se preparando para avançar com uma oferta de sete mil milhões de euros.   Embora não haja confirmação oficial dos valores, nem por parte da Telecom Italia, nem por parte da

A Telecom Italia vai brigar com a espanhola Telefónica pela aquisição da GVT, a operação brasileira da Vivendi e rumores indicam que a está se preparando para avançar com uma oferta de sete mil milhões de euros.

gvt_topo

 

Embora não haja confirmação oficial dos valores, nem por parte da Telecom Italia, nem por parte da Vivendi, fontes disseram a Reuters que estão decorrendo conversações sobre a possibilidade de os italianos cobrirem a oferta da Telefónica que fez uma oferta não-solicitada de 6,7 mil milhões pela GVT.

Curioso é o fato de a companhia italiana ser detida parcialmente pelos espanhóis que detêm um quarto do capital da Telecom Italia, situação que tem até criado algumas complicações para a Telefónica que enfrenta contenciosos relacionados a esta participação.

Do lado da Telecom Italia, existe o receio de que esta compra possa ter impacto no volume de endividamento da companhia. Talvez por isso, a proposta italiana prevê compensar a Vivendi com 20% do seu capital e ainda uma participação na unidade brasileira que combinaria as operações de ambas as empresas.

GVT é a sigla de Global Village Telecom. Está no mercado brasileiro desde 2000, tendo sido adquirida pela francesa Vivendi em 2009. Está presente em quase centena e meia de cidades, repartidas por 20 estados e é um dos principais players do mercado brasileiro de Internet.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor