Vodafone “namora” TIM para entrar no Brasil

HOMEProjetosService Provider

A Vodafone quer entrar no Brasil. Mas, em vez de participar do leilão do 4G para a faixa de 700 MHz, que acontece precisamente este mês, a companhia parece estar planejando adquirir uma das três maiores operadoras brasileiras, ao que tudo indica com a TIM encabeçando as preferências. A Panorâmica do Estadão afirma inclusivamente ter tido acesso a um

A Vodafone quer entrar no Brasil. Mas, em vez de participar do leilão do 4G para a faixa de 700 MHz, que acontece precisamente este mês, a companhia parece estar planejando adquirir uma das três maiores operadoras brasileiras, ao que tudo indica com a TIM encabeçando as preferências.

Vodafone_18

A Panorâmica do Estadão afirma inclusivamente ter tido acesso a um documento de uma reunião entre autoridades brasileiras e executivos da Vodafone que descreve o plano. O encontro teria acontecido em 31 de julho na embaixada do Brasil em Londres.

A preferência pela TIM parece ser basicamente  uma questão de oportunidade. Isto porque a espanhola Telefónica, dona da Vivo, tem parte do controle da Telecom Italia. Como este é o grupo que controla a TIM, o CADE entende que esta situação não pode ser mantida: a Telefónica deve escolher entre Vivo ou TIM. Não havendo alternativa, decerto que a Telefónica ficará com a Vivo.

De acordo com a Anatel, a Vivo lidera o mercado brasileiro com participação de 28,7% do mercado de telefonia, em segundo vem a TIM com 26,9% e em terceiro a Claro com 24.9%.

Aliás, esta não é a primeira investida que a empresa britânica faz à TIM já que há quatro anos que demonstra interessa em adquirir esta operadora.

A Vodafone atua no Brasil desde o final de 2013, porém, apenas no segmento corporativo chamado de M2M ((modalidade na qual dispositivos se intercomunicam via redes móveis ou fixas sem intervenção humana). A empresa atua em mais de 30 países e possui parcerias em mais de 50 mercados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor