Odebrecht cria nuvem privada com Cisco

AppsCloudGestão de RedesMobilidadeNegóciosRedesSoftware

A Odebrecht, que conta com 15 negócios em diferentes áreas, adotou o Cisco UCS (Unified Computing System), implementando a computação em nuvem para ampliar seus serviços. Em 2011, a Odebrecht passava por um momento desafiador de expansão e diversificação e decidiu criar sua própria nuvem. Até então, era utilizado um modelo convencional de data center

A Odebrecht, que conta com 15 negócios em diferentes áreas, adotou o Cisco UCS (Unified Computing System), implementando a computação em nuvem para ampliar seus serviços.

cloud cisco

Em 2011, a Odebrecht passava por um momento desafiador de expansão e diversificação e decidiu criar sua própria nuvem. Até então, era utilizado um modelo convencional de data center com máquinas físicas que não acompanhava o crescimento e a flexibilidade exigida pela organização. Com o Cisco UCS, a Odebrecht pôde unificar computação, rede e armazenamento em única infraestrutura, reduzindo custos e otimizando espaço.

O UCS permite o gerenciamento unificado incorporado de todos os componentes de software e hardware de uma infraestrutura baseada em cloud computing. O sistema controla vários chassis e gerencia recursos para milhares de máquinas virtuais.

Essa característica permitiu acomodar, além do ERP da Construtora, sistemas específicos de engenharia, ponto eletrônico e também o Cisco Call Manager, responsável pelo gerenciamento de 16 mil dispositivos de voz sobre IP, sendo 12 mil ramais.

Os 23 racks instalados nos data centers da Odebrecht e dimensionados para o ERP da Construtora foram reduzidos para 20 racks, que agora atendem a cinco ambientes similares, ou quatro novos ambientes de diferentes empresas – ERP e todos seus sistemas satélites.

O projeto também simplificou o gerenciamento da TI da Odebrecht, presente em 23 países. Como a plataforma da Cisco possibilita a configuração rápida em perfis, a implementação inicial durou apenas 2 meses. Além disso, a facilidade da computação em nuvem agilizou a operação de TI da Organização: serviços que antes levavam 90 dias, agora são disponibilizados em apenas 2 semanas


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor