Red Hat e Nokia Networks colaboram em nuvem OpenStack

CloudHOME

A Red Hat, fornecedora de soluções de código aberto, e a Nokia Networks, especialista em banda larga mobile, ampliaram sua parceria para permitir que as operadoras móveis criem uma infraestrutura de telecomunicação na nuvem mais eficiente e flexível. O acordo vai unir as aplicações virtualizadas carrier-grade e os produtos de gerenciamento de aplicações na nuvem

A Red Hat, fornecedora de soluções de código aberto, e a Nokia Networks, especialista em banda larga mobile, ampliaram sua parceria para permitir que as operadoras móveis criem uma infraestrutura de telecomunicação na nuvem mais eficiente e flexível. O acordo vai unir as aplicações virtualizadas carrier-grade e os produtos de gerenciamento de aplicações na nuvem da Nokia Networks com a plataforma Red Hat Enterprise Linux OpenStack Platform da companhia norte-americana.

redhat3

A as empresas permite uma operação eficiente das funções principais de rede virtualizada e sistemas de gerenciamento da Nokia sobre a tecnologia OpenStack da Red Hat, com o lançamento de soluções comerciais conjuntas previsto para o início de 2015.

A abordagem da Nokia Networks é assegurar a independência do seu pacote de aplicações Liquid Core em relação a cloud stack, hardware e redes definidas por software (SDN). A parceria com a Red Hat melhora o ecossistema de parceiros de infraestrutura na nuvem da Nokia, dando às operadoras uma ampla escolha de soluções que se encaixem melhor em suas estratégias. A Red Hat é a maior contribuidora de OpenStack, e essa colaboração é mais uma prova do comprometimento da Nokia Networks com a sua abordagem multi-stack na nuvem.

“A Red hat é líder em código aberto e OpenStack e suas soluções na nuvem para empresas são amplamente usadas no mercado”, afirma Michael Clever, vice-presidente sênior de Core na Nokia Networks. “Cooperamos com a Red Hat desde 2004, e estamos animados em expandir essa parceria, uma vez que ela apoia fortemente a nossa estratégia de fazer uma transição suave de aplicações principais de software comprovadamente carrier-grade para ambientes na nuvem OpenStack em NFV (Network Functions Virtualization).”

“OpenStack e NFV significam uma promessa significativa para as operadoras que estão buscando modernizar sua infraestrutura e abraçar a inovação que o código aberto está permitindo na nuvem”, afirmou Radhesh Balakrishnan, gerente geral de Virtualização e OpenStack na Red Hat. “Ao trazer nossa plataforma carrier-grade de OpenStack para as aplicações core virtualizadas e produtos de gerenciamento de aplicações na nuvem, estamos querendo ajudar as operadoras a entregar serviços baseados na nuvem que vão impulsionar o futuro dessa indústria.”

A nuvem de telecomunicação tem potencial para revolucionar a maneira como as operadoras gerenciam suas redes e lançam serviços. Ao investir em tecnologias desse tipo, as operadoras podem ganhar flexibilidade, agilidade, escalabilidade e eficiência operacional de que precisam para serem bem-sucedidas. Além disso, a infraestrutura dessa tecnologia poderá trazer rapidamente novos serviços para o mercado, usando os locais de datacenter de rede de sua escolha.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor