Telecom Italia desmente estar para comprar a Oi [atualizado]

EmpresasNegóciosOperadorasRedes

A operadora Telecom Italia lançou um comunicado dizendo que não está de olhos postos na Oi, e que não está a considerar apresentar uma proposta para a aquisição da empresa brasileira, para tentar rivalizar com a Telefônica. A empresa de telecomunicações Oi, ao que parece, não está sob o olhar predatório da milaneza Telecom Italia,

A operadora Telecom Italia lançou um comunicado dizendo que não está de olhos postos na Oi, e que não está a considerar apresentar uma proposta para a aquisição da empresa brasileira, para tentar rivalizar com a Telefônica.

oi

A empresa de telecomunicações Oi, ao que parece, não está sob o olhar predatório da milaneza Telecom Italia, que tem vindo a redobrar os seus esforços para conseguir competir em relativo pé de igualdade com a Telefônica, a maior operadora de Espanha, depois de ter perdido a brasileira GVT para a arqui-rival.

A publicação noticiosa italiana Il Sole 24 Ore avançara ontem que a Telecom Italia estaria a considerar unir forças com a operadora liderada por Zeinal Bava, conseguindo, desta forma, conservar a TIM sob a sua alçada, onde a italiana detém uma participação de mais de 65 por cento.

Também a agência Bloomberg, citando fontes anônimas, comunicara que a Telecom Italia poderia mesmo estar a considerar apresentar uma oferta pública de aquisição para açambarcar a Oi. As fontes próximas do assunto disseram que a empresa de Marco Patuano teria consultado entidades financeiras para averiguar de que forma poderia, através da sua operadora móvel TIM, comprar a Oi.

A unidade móvel da Telecom Italia no Brasil, a TIM, veio desmentir o noticiado, afirmando que a empresa italiana não planeja comprar a Oi.

Tem-se observado, nos últimos tempos, um enorme rebuliço na esfera brasileira das telecomunicações. Recentemente, fora rumorejado que a própria Oi estaria disposta a lançar um OPA para comprar a TIM. Fora ainda revelado que a italiana havia exigido uma quantia mínima de 13 mil milhões de euros pela sua fatia de mais de 65 por cento na TIM.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor