Dynatrace permite que empresas comparem experiência de usuários

e-MarketingSoftware

A Dynatrace, antes conhecida como Compuware APM, referência em gerenciamento de desempenho de aplicações (APM) com foco no usuário, anunciou a ferramenta Performance Test, um novo serviço gratuito que analisa o site de uma companhia sob a perspectiva dos usuários web e mobile, comparando essa experiência com os dados de benchmark da Dynatrace. Experimente a

A Dynatrace, antes conhecida como Compuware APM, referência em gerenciamento de desempenho de aplicações (APM) com foco no usuário, anunciou a ferramenta Performance Test, um novo serviço gratuito que analisa o site de uma companhia sob a perspectiva dos usuários web e mobile, comparando essa experiência com os dados de benchmark da Dynatrace. Experimente a ferramenta aqui.

internet-popular

Os proprietários de sites web e mobile podem simplesmente entrar com uma URL web, escolher uma localização e o segmento para fazer comparações. Um relatório é gerado instantaneamente para ajudar os líderes de negócios a entenderem a qualidade da experiência de seus usuários finais. Além disso, o novo teste de desempenho compara o site da companhia com um dos benchmarks padrão da Dynatrace, uma abrangente fonte de medidas comparativas baseadas na realidade da indústria para web e mobile.

“Pela primeira vez, as organizações podem analisar sua performance digital comparando com os melhores da indústria e podendo entender em quais pontos seu site se alinha ou se desvia das melhores práticas dos que têm melhor desempenho”, afirmou em comunicado John Van Siclen, diretor geral da Dynatrace.

“Sabemos que as aplicações são o sangue vital dos negócios hoje, razão pela qual estou tão feliz em oferecer às líderes de negócios o poder de avaliar rapidamente suas aplicações mais críticas. Melhor ainda, é rápido, simples e gratuito”, completa Siclen.

De acordo com a Forrester, não há nada pior para um site de vendas online do que um website lento. “É importante fazer um benchmark do desempenho do site, não somente do carregamento da página inicial, mas em diversos cenários de compra, de forma a buscar maior rapidez nas transações. Com visibilidade clara da performance atual sob a perspectiva do usuário, os profissionais podem priorizar quais sites ou países precisam de atenção baseados nas variáveis de velocidade de cada país e centros de faturamento”, disse Peter Sheldon, vice-presidente e analista de estratégias de e-commerce na Forrester Research.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor