Huawei alcança marca de um milhão de Ascend Mate 7 vendidos

MobilidadeOperadorasRedes

A Huawei anunciou que já vendeu mais de um milhão de smartphones Ascend Mate 7. O aparelho foi lançado em setembro na IFA, uma das maiores feiras de eletrônicos do mundo. A marca foi atingida em um mês, com a comercialização sendo feita apenas no mercado chinês e em alguns outros da Ásia. O Ascend Mate

A Huawei anunciou que já vendeu mais de um milhão de smartphones Ascend Mate 7. O aparelho foi lançado em setembro na IFA, uma das maiores feiras de eletrônicos do mundo.

huawei-mate-7-e1414081411518

A marca foi atingida em um mês, com a comercialização sendo feita apenas no mercado chinês e em alguns outros da Ásia.

O Ascend Mate 7 é uma grande aposta do fabricante chinês e tem sido considerado um dos melhores smartphones que a Huawei já apresentou. Se trata de um aparelho com tela de seis polegadas e resolução Full HD (1080 x 1920), corpo em metal, conectividade LTE (4G), câmera traseira de 13MP e frontal de 5MP, 2GB a 3GB de memória RAM, memória interna expansível via microSD, bateria de 4100mAh e leitor de impressões digitais na parte traseira, seguindo a tendência de outras fabricantes.

A Huawei tem feito um esforço por se firmar no mercado internacional e embora esteja ainda, naturalmente, muito longe de grandes referências como Apple ou Samsung – cujos dispositivos atingem vendas semelhantes em menor período de tempo – conseguiu já entrar no Top 100 das marcas globais mais valiosas.

O Ascend Mate 7 foi apresentado no Brasil durante a Futurecom 2014, juntamente com a linha de dispositivos móveis da fabricante chinesa, sinalizando um possível lançamento futuro.

A Huawei está presente há 15 anos no mercado brasileiro, e é uma das maiores fornecedoras de equipamentos de infraestrutura de telecomunicações no país, com participação de 40% no mercado.

Em entrevista ao China Daily, Cao Beijing, VP do cone sul da América do Sul da Huawei Brasil, afirmou o Futurecom representou uma boa oportunidade de apresentar os smartphones e roteadores da companhia. Segundo o executivo, a empresa construiu uma parceria próxima com operadoras locais, como Vivo e Tim, o que trouxe mais familiaridade do consumidor com a marca.

A companhia, com base em na cidade de Wuhan, na província de Hubei (China), abriu sua subsidiária brasileira em 2012, desde então trabalhando para estabelecer relacionamentos comerciais com as operadoras, condição primordial para fabricantes de smartphones terem bom desempenho no Brasil.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor