IBM Watson acelera expansão global

Big DataCloudData StorageNegóciosSoftware

A IBM anunciou avanços significativos na adoção do Watson, a sua plataforma de computação cognitiva capaz de processar grandes quantidades de Big Data para descobrir padrões, que está já a ser usada por clientes de todo o mundo e  viu serem lançadas as primeiras apps desenvolvidas por parceiros. A IBM manifestou sua satisfação com os

A IBM anunciou avanços significativos na adoção do Watson, a sua plataforma de computação cognitiva capaz de processar grandes quantidades de Big Data para descobrir padrões, que está já a ser usada por clientes de todo o mundo e  viu serem lançadas as primeiras apps desenvolvidas por parceiros.

IBM Watson 51 Astor Place  (Jon Simon/Feature Photo Service for IBM)

A IBM manifestou sua satisfação com os avanços verificados na adoção do IBM Watson que conta já com clientes nos seis continentes e em mais de 25 países, incluindo África do Sul, Austrália, Reino Unido, Tailândia, Canadá e EUA, em várias indústrias como a Saúde, Banca e Educação.

Em janeiro de 2014, a empresa lançou o IBM Watson Group, um investimento de mil milhões de dólares numa nova unidade de negócio dedicada ao desenvolvimento e comercialização de tecnologia cognitiva disponibilizada em Cloud, permitindo aos usuários adotarem a computação cognitiva para transformar a forma como interagem com os seus clientes. O IBM Watson permite a interação entre aplicações, sistemas e humanos de forma simples pois interage em linguagem natural, processa grandes quantidades de Big Data para descobrir padrões e aprende com cada interação.

Foram ainda divulgadas pela empresa várias novidades. Desde logo com o desenvolvimento de novas apps, através da iniciativa Watson Ecosystem Partners. Estão já no mercado aplicativos direcionados a setores como o turismo, varejo, serviços de TI, de saúde e associações sem fins lucrativos.

Outra das novidades é o fato do Watson “estar aprendendo Castelhano” através de uma parceria com o grupo financeiro espanhol CaixaBank.

A IBM inaugurou ainda a sede mundial do Watson no Silicon Alley em Nova Iorque, servindo de base para mais de 600 colaboradores do total de 2.000 dedicados exclusivamente ao Watson, em todo o mundo. Este centro permitirá ainda a empreendedores e startups terem acesso a tecnologia e ferramentas para criar e lançar novos produtos e negócios baseados em inteligência cognitiva disponibilizados na nuvem.

E finalmente a IBM destaca a abertura de cinco Watson Client Experience Centers em todo o mundo.

Mike Rhodin, vice presidente sênior do IBM Watson Group (na foto) afirmou que o Watson representa “uma nova era da computação, permitindo que organizações em todo o mundo possam lançar novos negócios, redefinir mercados e transformar indústrias. O Watson está promovendo um novo mercado e ecossistema de clientes, parceiros, investidores, universidades e estudantes. As próximas grandes inovações virão de pessoas com acesso às capacidades cognitivas do Watson”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor