Nadella recebeu compensação de mais de 84 milhões de dólares

Negócios

Satya Nadella, o diretor executivo que segura com punho de ferro o leme da titã Microsoft, recebeu uma compensação no valor de US$ 84,3 milhões pelo último ano fiscal da tecnológica, valor quase onze vezes superior ao que embolsava no período anterior, quando ainda não se sentava na cadeira de CEO. O executivo fora nomeado para

Satya Nadella, o diretor executivo que segura com punho de ferro o leme da titã Microsoft, recebeu uma compensação no valor de US$ 84,3 milhões pelo último ano fiscal da tecnológica, valor quase onze vezes superior ao que embolsava no período anterior, quando ainda não se sentava na cadeira de CEO.

satya-nadella

O executivo fora nomeado para o cargo de líder de uma das maiores empresas da indústria tecnológica somente cinco meses antes do ano fiscal terminar em junho. Com a ascensão ao “trono” de CEO, Nadella deitou também a mão a cerca de US$ 59,2 milhões em ações, paralelamente a um prémio de US$ 13,5 milhões.

A revelação da choruda compensação recebida por Nadella surgiu depois do executivo ter proferido, no início desse mês, um discurso sobre as diferenças de estatuto empresarial entre os indivíduos do gênero feminino e do gênero masculino. O CEO dissera que no início de sua carreira fora aconselhado a “não dar passos maiores do que as pernas”, e que aqueles que se esforçassem seriam adequadamente recompensados. Esse discurso não teve o impacto que Nadella queria, pelo que mais tarde, publicamente, emitiu um pedido de desculpas, avançando que o que dissera não ajudara a colmatar as discrepâncias existentes entre os salários das mulheres e dos homens.

Para o corrente ano fiscal da Microsoft, Nadella deverá receber uma compensação de quase US$ 18 milhões, incluindo um salário de US$ 1,2 milhões, um bónus três vezes superior ao salário base e um conjunto de ações no valor de US$ 13,2 milhões, de acordo com um documento submetido pela empresa norte-americana no passado mês de fevereiro.

A diretora financeira Amy Hood recebera um prémio de US$ 4,67 milhões, e o diretor de operações Kevin Turner embolsara um prémio de US$ 10,1 milhões, de acordo com o mesmo documento.

As ações da Microsoft subiram ontem 1%, para os US$ 44,08, na Bolsa de Nova Iorque, colocando a empresa sob uma avaliação de US$ 363,9 bilhões, eclipsando os US$ 355,9 bilhões da Google.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor