Qualcomm quer comprar empresa referência em Bluetooth

ComponentesEscritórioMobilidadeNegócios

A Qualcomm, uma das empresas presentes no Futurecom 2014, disse estar disposta a comprar a empresa britânica CSR, especialista em bluetooth, em um negócio de US$ 2,5 bilhões, que dará à gigante norte-americana maior controle nas áreas de conectividade automotiva e computação vestível, campos em que a CSR tem apresentado grande crescimento. A maior fabricante

A Qualcomm, uma das empresas presentes no Futurecom 2014, disse estar disposta a comprar a empresa britânica CSR, especialista em bluetooth, em um negócio de US$ 2,5 bilhões, que dará à gigante norte-americana maior controle nas áreas de conectividade automotiva e computação vestível, campos em que a CSR tem apresentado grande crescimento.

qualcomm-flag-e1385478908932

A maior fabricante de semicondutores para dispositivos móveis do mundo revelou que está em posição de desembolsar cerca de US$ 14 dólares por cada ação da CSR, um aumento de 56,5% sobre o preço das ações em agosto, de acordo com o que a empresa do Reino Unido disse hoje.

Nessa mesma altura, a CSR recusara uma oferta da Microchip Technology, alegando que a proposta era baixa.

Apesar de poderem surgir outras ofertas, Robert Lamb, analista na Jeffries, disse que a proposta da Qualcommm dificilmente será ultrapassada.

O diretor executivo da fabricante de chips, Steve Mollenkopf, afirmou que, ao abarcar a CSR, a Qualcomm poderia, então, estender-se a mercados de chips para ligação Bluetooth wireless de curta distância, e de processadores de áudio implementados em dispositivos wearable ou controles automotivos.

A Qualcomm tem procurado expandir-se, para além do mercado de telemóveis (onde é referência no fabrico de chips para estes dispositivos), a áreas emergentes como eletrodomésticos sem fios e outros dispositivos conectados que se inserem na esfera da Internet das Coisas.

Em maio, concordou em adquirir a Wilocity, fabricante de conexões sem fio HDMI, usados para transmitir vídeo entre computadores e monitores, e desenvolveu a AllJoyn, uma plataforma de código aberto que permite que os dispositivos compartilhem informações com outros dispositivos próximos.

A CSR, abreviação de Cambridge Silicon Radio,foi pioneira no mercado de tecnologia sem fio Bluetooth, que está crescendo rapidamente no que toca à popularidade para o uso em alto-falantes de áudio sem fio.

No que toca a este negócio a CSR foi aconselhada pelo JP Morgan Cazenove e Goldman Sachs, enquanto a Qualcomm foi aconselhada pelo Deutsche Bank.

Até 16 de outubro, a Qualcomm está presente no Transamérica Expo, em São Paulo, no Futurecom 2014, um dos mais importantes eventos de TIC da América Latina.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor