Cisco Intercloud ganha quatro novos parceiros na América Latina

CloudGestão de RedesNegóciosRedes

Continuando seu projeto Cisco Intercloud que pretende construir uma rede de nuvens interconectadas que seja a maior do mundo, a Cisco anunciou quatro novos parceiros na América Latina. Capgemini, Dualtec, O4IT e Sonda são os provedores de nuvem que se juntaram ao ecossistema de parceiros da companhia de San Jose, na Califórnia.  O anúncio foi feito durante

Continuando seu projeto Cisco Intercloud que pretende construir uma rede de nuvens interconectadas que seja a maior do mundo, a Cisco anunciou quatro novos parceiros na América Latina. Capgemini, Dualtec, O4IT e Sonda são os provedores de nuvem que se juntaram ao ecossistema de parceiros da companhia de San Jose, na Califórnia. 

intercloud cisco

O anúncio foi feito durante o Cisco Live Cancun, um evento de formação e networking para parceiros, tendo sido apresentado pela empresa como um avanço em seu plano para apresentar ao mercado uma plataforma de nuvem distribuída globalmente, segura e capaz de atender às demandas da Internet de Todas as Coisas (IoE), suportando altas cargas de trabalho, com análise em tempo real e escalabilidade que permita se adaptar a todos os tipos de clientes.

Com essas quatro novas aquisições, são agora mais de 45 os parceiros que, a nível global, estão participando da construção da Intercloud, incluindo desde provedores de nuvem, criadores e agregadores de serviços na nuvem até distribuidores de software independente. Capgemini, Dualtec, O4IT e Sonda somam assim seus esforços e apoio para a consolidação desse projeto que habilitará uma nova geração de aplicações de nuvem padronizadas e a proliferação de nuvens híbridas seguras.

O CEO da Dualtec, Lauro de Lauro, manifestou o interesse da empresa na computação em nuvem pois a mesma permite oferecer “portabilidade e liberdade, essenciais para economias emergentes como o Brasil”. Destacando que a Dualtec é o maior representante da tecnologia OpenStack no Brasil, o executivo acrescentou que “o Intercloud complementa o nosso portfólio fornecendo uma nuvem pública 100% com OpenStack, que é uma excelente alternativa para a AWS. Ao oferecer a plataforma Cisco Cloud, estaremos habilitados para entregar serviços híbridos para os nossos clientes de todo o Brasil”.

Já pela O4IT, o também CEO, Efraín Soler, adiantou que “desde a criação da O4IT discutimos com nossos colegas e outros atores da indústria sobre a importância de trabalhar em conjunto para ampliar o alcance dos serviços em nuvem para além das áreas de cada fornecedor. A computação em nuvem realmente cumprirá essa proposta quando se tornar globalmente interconectada e padronizada, da mesma forma que a Internet fez décadas atrás para se tornar a principal ferramenta de produtividade do século”. “Acreditamos que a Cisco tem o entusiasmo e liderança para ter sucesso e  temos visto um trabalho mútuo para estabelecer as nossas próprias fontes da plataforma de nuvem”, concluiu Soler.

Finalmente, Sergio Rademacher, diretor de nuvem para a América Latina, na Sonda, mostrou sua convicção de que “o Intercloud é uma das estratégias mais importantes do mercado de Tecnologia – ao criar uma federação de provedores de nuvem, inovaremos nos serviços de nuvem, porque estarão em uma plataforma escalável, flexível e segura. Os clientes podem escolher como eles consomem e implementam suas cargas de trabalho e suas aplicações, tornando seu negócio mais eficiente para atender as necessidades de seus usuários”. Sobre a participação de sua empresa, Rademacher adiantou que “nossos usuários podem usar cinco data ceters e operaremos em toda a América Latina, entregando o Cisco Powered Cloud Services”.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor