Descoberto malware que pode adulterar códigos de boletos bancários

CyberwarSegurança

A Bitdefender, especializada em segurança digital e antivírus, acaba de descobrir um novo malware, batizado de Gen:Variant.Kazy.156552, que modifica a estrutura do código de barras dos boletos bancários, com o objetivo de desviar o pagamento dos títulos para outra conta mantida pelos criminosos. Mesmo quem não tem o costume de realizar pagamentos online está sujeito

A Bitdefender, especializada em segurança digital e antivírus, acaba de descobrir um novo malware, batizado de Gen:Variant.Kazy.156552, que modifica a estrutura do código de barras dos boletos bancários, com o objetivo de desviar o pagamento dos títulos para outra conta mantida pelos criminosos.

malware pix1

Mesmo quem não tem o costume de realizar pagamentos online está sujeito à fraude, já que o malware se infiltra diretamente no sistema em que é gerado, colocando espaços no código de barras original, impossibilitando assim o reconhecimento por parte dos leitores automáticos dos bancos.

Na impossibilidade de leitura do código original, o operador do caixa, ou mesmo o próprio usuário, acaba sendo obrigado a digitar o número, já modificado, se tornando então mais uma vítima do golpe.

O vírus também é capaz de verificar se há softwares de segurança dos bancos instalados, para então removê-los, além de desabilitar o firewall do Windows para se executar.

De acordo com Eduardo D´Antona, Presidente da Securisoft e Diretor da Bitdefender no Brasil, ao menor sinal de anomalia na hora de se efetuar o pagamento de boletos (como a demora excessiva de execução e a exigência de redigitação de dados que deveriam já estar inseridos no original), o usuário deve interromper imediatamente a operação e acionar o sistema de varredura do seu antivírus.

“Se houver qualquer dificuldade na operação, o ideal é descartar o documento e solicitar outro à fonte cobradora”, afirma D´Antona.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor