Europa terá rede de alta velocidade nos aviões

Mobilidade

A União Europeia vai ter uma rede de banda larga de alta velocidade, que estará disponível para os passageiros dos voos comerciais, quer sejam turistas ou executivos. A rede será desenvolvida numa parceria entre a Inmarsat e a Alcatel-Lucent. Desta forma, a Europa passará a liderar o ranking de conectividade na aviação comercial. As previsões

A União Europeia vai ter uma rede de banda larga de alta velocidade, que estará disponível para os passageiros dos voos comerciais, quer sejam turistas ou executivos. A rede será desenvolvida numa parceria entre a Inmarsat e a Alcatel-Lucent.

mundo internet

Desta forma, a Europa passará a liderar o ranking de conectividade na aviação comercial. As previsões apontam para que a rede esteja disponível no final de 2016. Esta será a primeira rede mundial verdadeiramente híbrida, já que consiste num satélite S-Band e numa rede terrestre S-band. Assim, será possível aceder à rede de banda larga mais rápida, com uma velocidade de 75 Mbps, dentro de aviões.

As duas empresas trabalharão juntas para desenvolver a estrutura, usando a experiência da Alcatel-Lucent com redes em aviões, que começou a ser explorada em 2011.

O Presidente da Inmarsat, Leo Mondale, disse que “em conjunto com parceiros especialistas, como a Alcatel-Lucent, a Inmarsat criará um novo momento na conectividade da aviação, dando oportunidade aos passageiros de acessar serviços online para trabalho ou lazer, usando seus próprios dispositivos, com a garantia da mesma velocidade que na rede terrestre.”

As licenças para satélite da rede já foram aplicadas em todos os estados-membros da União Europeia e a autorização já foi garantida em pelo menos 23. Estão sendo feitas negociações com algumas das grandes companhias de aviação.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor