Infográfico apresenta as tendências para o mercado brasileiro de TV paga

e-MarketingOperadorasRedes

A Cianet, empresa catarinense que desenvolve tecnologia para oferta de dados, voz e imagem, fez um estudo das principais tendências que os pequenos e médios provedores devem conhecer e investir. Levando em conta dados de diferentes institutos (ABTA, Frost & Sullivan e Ericsson, por exemplo) a empresa que tem foco na área de Pesquisa &

A Cianet, empresa catarinense que desenvolve tecnologia para oferta de dados, voz e imagem, fez um estudo das principais tendências que os pequenos e médios provedores devem conhecer e investir. Levando em conta dados de diferentes institutos (ABTA, Frost & Sullivan e Ericsson, por exemplo) a empresa que tem foco na área de Pesquisa & Desenvolvimento traçou o panorama de perspectivas entre os players.

insert infografico2

“Provedores que oferecem ou que desejam oferecer TV por assinatura devem estar atentos à realidade do mercado brasileiro em franco crescimento. Além de acompanhar os números, os gestores precisam estar à par das tendências: em quais soluções apostar, como obter alto retorno sobre o investimento e qual nicho do mercado atacar”, afirmou à B!T Ricardo May, presidente da Cianet.

Imagens em HD, programação on demand, locadora virtual e gravadores digitais são os principais serviços vendidos pelo segmento de televisão paga no Brasil.De acordo com a Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA), o estado de São Paulo apresenta a maior densidade de TV paga do país, com 48% de penetração. Do total de assinantes, 1,5% dispõe de IPTV, tecnologia que transmite os sinais de televisão a partir de dados IP, mas esse número deve chegar 9,4% nos próximos anos. Já as informações relacionadas à geração de emprego contidas no infográfico da Cianet demonstram um crescimento médio de 10% entre 2013 e 2014. No mesmo período, o faturamento do setor aumentou R$ 1 bilhão – de R$ 6,5 bilhões no ano passado para R$ 7,5 bilhões neste ano – graças, em maioria, ao investimento em publicidade.

Após traçar um perfil do mercado brasileiro de televisão paga, o infográfico ainda fornece perspectivas para o setor, com base em levantamento da Ericsson de 2014: entrega OTT (conteúdo over-the-top) para todos, agrupamento de serviços e, principalmente, ascensão de novas operadoras e novos investimentos. Também foram selecionadas as tecnologias indicadas para cada cenário: DTH, HFC/RF e IPTV, com destaque para a última solução, que agrega valor à entrega de serviço das operadoras. Para May, que já foi do time de P&D da Cianet, esse conteúdo dá base para que novas empresas possam competir em igualdade com grandes players. “Queremos mostrar que, com a aposta em inovação, é possível que os provedores tenham bons resultados e popularizem o acesso a determinadas tecnologias demandadas pelos próprios novos perfis de consumidores brasileiros”, explica May.

Os insights e dados apurados pela Cianet foram organizados em um infográfico, publicado com exclusividade aqui.

Infográfico_mercadoIPTV Bit BR


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor