Philips avança 20 posições em ranking liderado pela Apple

Negócios

A Royal Philips subiu 20 posições ao posicionar-se no vigésimo-nono lugar na lista anual das 50 empresas mais inovadoras do mundo, do Boston Consulting Group (BCG). Uma lista liderada pela Apple, seguida pela Google e em terceiro a Samsung. Aliás, as empresas do universo TIC ocupam privilegiados lugares nesse relatório anual. A Philips, que “reclama” ter

A Royal Philips subiu 20 posições ao posicionar-se no vigésimo-nono lugar na lista anual das 50 empresas mais inovadoras do mundo, do Boston Consulting Group (BCG). Uma lista liderada pela Apple, seguida pela Google e em terceiro a Samsung. Aliás, as empresas do universo TIC ocupam privilegiados lugares nesse relatório anual.

inovaçãoII

A Philips, que “reclama” ter como objetivo melhorar a vida de 3 bilhões de pessoas por ano em 2025, é uma empresa impulsionada pela inovação. Essa inovação foi agora reconhecida no ranking, tendo o Boston Consulting Group questionado milhares de executivos para entender mais sobre as tendências de inovação e para identificar as empresas mais inovadoras do mundo.

“A Philips combina Investigação e Desenvolvimento e experiência em design para fazer frente a muitos dos desafios que o mundo enfrenta a longo prazo – uma crescente necessidade de cuidados de saúde, uma maior concentração no bem-estar pessoal e a crescente procura de soluções de eficiência energética, por exemplo – para criar inovadoras soluções que satisfaçam as necessidades das pessoas”, diz a empresa em comunicado.

“Durante mais de 120 anos, temos vindo a melhorar a vida das pessoas com um fluxo constante de inovações revolucionárias e isso demonstra que nosso ritmo nesta área é cada vez maior. A classificação do BCG é rigorosa e estou orgulhoso de ver nosso rendimento melhorado – é um verdadeiro esforço da equipa, de milhares de pessoas que ajudam a que a inovação aconteça na Philips”, disse Jim Andrew, Diretor de Estratégia e Inovação da Philips.

Digitalização: o caminho para a inovação.

A aposta da Philips em oferecer soluções digitais transformadoras em diferentes setores está altamente relacionada com essa subida no ranking BCG. A digitalização como um dos principais focos da inovação nos negócios é uma ideia que coordena este estudo e que a Philips está já colocando em prática e com excelentes resultados.

Assim, a empresa aposta em aproveitar o máximo de possibilidades que tecnologicamente tem a sua disposição para oferecer soluções que considerem mudanças significativas na vida das pessoas, agora e no futuro. Uma adaptação criadora que a sociedade exige e que levou a Philips a entender o impacto positivo que o conceito digital em matérias como a saúde tem para a vida das pessoas, não só dos pacientes. Recentemente a companhia anunciou também, em conjunto com a Salesforce, a criação de uma plataforma aberta e baseada na cloud para os cuidados de saúde.

Desde esse momento, a empresa tem dado enormes passos na criação de meios digitais, aplicações, wearables… que permitem acompanhar as pessoas desde o Hospital até suas casas, possibilitando-lhes terem o controle de sua saúde e colaborar de forma mais próxima aos profissionais da área.

Detrás de tudo isso, está a ideia de que se pode abordar o bem-estar desde a perspetiva em que a qualidade de vida seja o objetivo em cada passo, e não a consequência do tratamento de uma doença. Perspetivas também de eficiência e sustentabilidade do sistema de saúde que requerem uma mudança de paradigma.

Os últimos sistemas de iluminação pessoal, como Philips Hue, marcaram o início desse percurso, dando poder às pessoas para personalizar, adaptar, criar, experimentar ou alterar a sua própria casa em função de suas necessidades.

“A segunda parte de percurso está sendo feita pelos usuários, que com um papel ativo, estão criando novas aplicações, receitas da iluminação que partilham e outras utilidades. Do mesmo modo, a digitalização trouxe soluções que permitem aos gestores urbanos planificar a iluminação adaptada em tempo real a cada população por meio da tele gestão centralizada, criando ao mesmo tempo um mundo mais sustentável”.

Todas estas mudanças a que a empresa e cada um de seus colaboradores se estão adaptando, interiorizando a digitalização e levando-a à prática em seu trabalho diário, respondem à vontade de cumprir a promessa da Philips: melhorar a vida das pessoas através de inovações com significado.

A Apple é líder destacada desta lista que tem ainda nos dez primeiros lugares nomes como Samsung e Google, que têm vindo nos últimos anos a alternar entre a segunda e terceira posições, Microsoft, IBM, Facebook e ainda empresas do setor automotivo como Toyota e Tesla.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor