Positivo Informática ganha tração no segmento corporativo

Negócios

A Positivo Informática anunciou seus resultados do 3T14. O volume de vendas no terceiro trimestre foi de 665,6 mil PCs e tablets sob as marcas Positivo e Positivo BGH, somado à comercialização de 53,9 mil smartphones. No período, foi observada uma melhora nas vendas no varejo, com aumento da demanda dos consumidores por dispositivos de

A Positivo Informática anunciou seus resultados do 3T14. O volume de vendas no terceiro trimestre foi de 665,6 mil PCs e tablets sob as marcas Positivo e Positivo BGH, somado à comercialização de 53,9 mil smartphones.

positivo informatica

No período, foi observada uma melhora nas vendas no varejo, com aumento da demanda dos consumidores por dispositivos de hardware, após um primeiro semestre lento em razão da Copa do Mundo, que desviou o foco das redes para a venda de TVs. O bom volume do período também se deveu aos esforços comerciais da companhia na conquista de maior espaço nas redes. No varejo, a Positivo Informática registrou a venda de 416,9 mil PCs e tablets, crescimento de 7,2% em relação ao 3T13. Foram vendidos 337,1 mil computadores e 79,8 mil tablets.

Para o quarto trimestre é esperado um avanço significativo nas entregas de smartphones, nos canais de Varejo e Revendas, impulsionado também pelo início da comercialização nas operadoras Oi e TIM.

No segmento de governo, as vendas totalizaram 183,8 mil dispositivos no 3T14. No Brasil, neste segmento foram comercializados 80,4 mil PCs e tablets, redução já esperada pela companhia em função do calendário das eleições. Na Argentina, foram entregues 103,3 mil netbooks referentes a projetos educacionais.

Para clientes corporativos, as vendas apresentaram mais um avanço, totalizando 64,9 mil PCs e tablets, aumento de 12,2% no período. Este volume está representado por 41,5 mil PCs e 23,5 mil tablets. No trimestre, a companhia acelerou suas vendas, tanto para grandes corporações como para pequenas e médias empresas. Destaque para as vendas de tablets destinados a instituições privadas de ensino, que registraram aumento de 74,2%.

A receita bruta foi de R$ 595,3 milhões no 3T14, enquanto a receita líquida foi de R$ 534,3 milhões. O lucro bruto totalizou R$ 127,8 milhões no 3T14, aumento de 17,4% em relação ao 3T13, com margem bruta de 23,9%, avanço de 4,2 p.p. na mesma comparação. Foi apurado lucro líquido de R$ 13,5 milhões no 3T14, revertendo o prejuízo líquido de R$ 18,9 milhões registrado no 3T13. A melhora é resultado da normalização do resultado operacional no Brasil, das menores despesas financeiras e do avanço dos resultados na Argentina.

O EBITDA Ajustado, que considera 50% do resultado da operação da joint venture da companhia na Argentina, totalizou R$ 34,4 milhões no 3T14, crescimento anual de 37,1%. A margem EBITDA ajustada expandiu para 6,4%, aumento de 1,9 p.p..


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor