Google perde terceiro nome de peso

HOMEMobilidadeSistema Operacional

Andy Rubin, o executivo da Google que fora responsável por supervisionar o desenvolvimento do sistema operativo Android, se prepara para abandonar o time de Mountain View, seguindo a triha de dois ex-colegas que também saíram, já esse ano da gigante tecnológica. Visto por muitos como criador do Android, o executivo chegou ao Google em 2005, quando esta

Andy Rubin, o executivo da Google que fora responsável por supervisionar o desenvolvimento do sistema operativo Android, se prepara para abandonar o time de Mountain View, seguindo a triha de dois ex-colegas que também saíram, já esse ano da gigante tecnológica.

648x415_co-fondateur-android-andy-rubin-annonce-depart-google-30-octobre-2014

Visto por muitos como criador do Android, o executivo chegou ao Google em 2005, quando esta adquiriu a companhia que co-fundou com Rich Miner, Nick Sears e Chris White: a Android Inc. Foi o grande protagonista da expansão do sistema operacional que se tornou o preferido de mais usuários em todo o mundo, liderando a unidade dentro da Google.

Em março de 2013, Rubin deixou sua equipa e assumiu a área de robótica na empresa, liderando os X Labs da Google. É essa função que vai agora deixar nas mãos de James Kuffner, cientista e também membro da equipe de robótica na empresa comandada por Larry Page.

Aliás, foi o próprio CEO da Google que assumiu a saída de Rubin, em comunicado, anunciando seu substituto e não deixando de desejar o melhor ao seu ainda companheiro, destacando seu trabalho sobre o Android como “algo verdadeiramente notável – com mais de dois bilhões de usuários satisfeitos”.

Aos 51 anos, Rubin vai criar uma empresa incubadora, focada em apoiar startups, na criação de hardware e produtos de tecnologia e garantiu ao Wall Street Journal que esse novo projeto e sua vontade de fazer outras coisas são a razão da saída, negando qualquer problema interno em sua atual empregadora.

Mas o fato é que se trata de mais uma saída que engrossa a lista já composta por Vic Gundotra, que esteve encarregue da notoriedade da Google nas redes sociais, e Nikesh Arora, ex-diretor de negócios da empresa, ambos executivos que também deixaram Mountain View esse ano.

Talvez por isso, Larry Page, o CEO da Google, está focando sua atenção nas estratégias de longo prazo da empresa, tendo na passada semana transferido para o executivo Sundar Pichai a maior parte do controlo do segmento de produtos da empresa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor