Apple estuda sistema anti-queda para iPhone

Mobilidade

A Apple pode vir a ter aparelhos resistentes à queda. A marca garantiu a patente de um dispositivo capaz de identificar quando o smartphone está em queda livre. O pedido foi submetido em 2013. O dispositivo de proteção é capaz de processar a informação e calcular qual o ponto de impacto mais provável com o solo.

A Apple pode vir a ter aparelhos resistentes à queda. A marca garantiu a patente de um dispositivo capaz de identificar quando o smartphone está em queda livre. O pedido foi submetido em 2013.

china-iphone-e1410433144397

O dispositivo de proteção é capaz de processar a informação e calcular qual o ponto de impacto mais provável com o solo. Depois, dá-se uma ação mecânica para amenizar a queda e prevenir possíveis estragos, que resultem no temido ecrã partido. Na prática, o dispositivo poderá reorientar o ângulo da queda do aparelho.

A ideia é usar o motor de vibração interna do iPhone para implantar a tecnologia. No entanto, ainda não é certo que o dispositivo seja aplicado nos novos modelos da marca.

Apesar de a patente já ter sido oficialmente reconhecida pelo governo norte-americano, ainda pode demorar algum tempo até que seja usada nos aparelhos da marca. Para que seja eficaz, é preciso que os vários sensores do celular (GPS, giroscópio, entre outros) funcionem em conjunto.

Na ideia da patente é explicado que o dispositivo, ao analisar os dados e sentindo o iPhone em queda, pode acionar um pequeno motor, que libertará uma massa de ar dentro do aparelho. O centro de gravidade é alterado, para que o impacto seja menor: caindo de costas ou de lado, por exemplo.

Ainda assim, este dispositivo de proteção ainda será aperfeiçoado, pois precisa que vários recursos funcionem ao mesmo tempo. O dispositivo é uma tentativa de terminar com o pesadelo que atormenta vários usuários de smartphones.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor