Concurso de inovação CODE_n ganha apoios de peso

EmpresasNegóciosSoftware

O Code_n, concurso anual de inovação criado pelo Grupo GFT, companhia especializada em projetar e desenvolver soluções de Tecnologia da Informação para o setor financeiro, expandiu seu quadro de parceiros firmando alianças com as empresas Accenture, EnBW e TRUMPF. O conceito do Code_n, de procurar as startups mais inovadoras do mundo, com o objetivo de

O Code_n, concurso anual de inovação criado pelo Grupo GFT, companhia especializada em projetar e desenvolver soluções de Tecnologia da Informação para o setor financeiro, expandiu seu quadro de parceiros firmando alianças com as empresas Accenture, EnBW e TRUMPF.

code_n

O conceito do Code_n, de procurar as startups mais inovadoras do mundo, com o objetivo de juntá-las às empresas já estabelecidas, fornece uma plataforma neutra para que novos modelos de negócios possam atender as indústrias tradicionais e explorar novos potenciais em conjunto, focando na digitalização da economia.

De acordo com o CEO do Grupo GFT e iniciador da CODE_n, Ulrich Dietz, este é um conceito que funciona. “Nós planejamos ainda continuar por um longo caminho com a CODE_n. Estamos extremamente orgulhosos por todas essas empresas de renome estarem se tornando parceiras comprometidas com o concurso”, afirma o executivo.

Para Frank Riemensperger, managing director da Accenture na Alemanha e vice-presidente da academia de trabalho da Smart Service Welt, o CODE_n é a plataforma ideal para alavancar a expertise da Smart Service Welt a fim de promover a transformação na economia. “Entendemos as ideias por trás das startups e a força das indústrias tradicionais. Ao impulsionar “produtos em rede” e soluções “as-a-service”, temos a oportunidade de abraçar os clientes – ao longo do cordão umbilical digital – desbloqueando assim um enorme potencial de crescimento. As empresas têm muito a ganhar ao estarem abertas a ideias inovadoras de jovens empresários.”, explica ele.

A EnBW e a TRUMPF são empresas estabelecidas e estão, atualmente, transformando seus próprios modelos de negócios em preparação para um futuro digital. Uli Huener, que é chefe de gestão de Inovações da a EnBW, Energie Baden-Württemberg AG, uma das maiores empresas de energia da Alemanha, vê a nova parceria com o CODE_n como uma parte lógica. “A indústria de energia global está enfrentando um momento crucial de mudança. A EnBW também vai encontrar o seu curso e desenvolver novas áreas de negócios que só irá acontecer quando conduzidos por inovação. O ímpeto para isso vem tanto de dentro de nossa empresa, quanto do exterior, especialmente de jovens empresários. Sob o manto da CODE_n, podemos trazer as duas fontes de inspiração em conjunto para o benefício de todas as partes”, comenta Huener.

Para a TRUMPF, pioneira global na indústria hi-tech, que fabrica ferramentas de máquinas, lasers e eletrônicos para aplicações industriais, a motivação para se tornar um parceiro de CODE_n reside no tema central deste ano, que é da Indústria 4.0. O vice-presidente do Conselho de Administração na TRUMPF GmbH + Co. KG, Dr. Peter Leibinger declara: “Queremos fazer um esforço combinado para entrar na economia digital e para nós a Indústruia 4.0 e a Internet das Coisas são diários constituintes do nosso trabalho. Para acelerar os processos de inovação internos, entramos em contato com a inspiração de fora. E, no futuro, também vamos receber isso através do ecossistema CODE_n”, explica ele.

Além dos novos parceiros, CeBIT, EY e Salesorce também apoiam a iniciativa CODE_n. De acordo com Mark Smith, sócio diretor da EY, o foco reside em apoiar fundadores de novos negócios durante o processo de transformação. “Empresas novas são catalisadores de digitalização. Não apenas durante a fase de arranque, mas também durante os primeiros anos ou quando a empresa está entrando no cenário internacional. Tudo isso pode ser como correr numa pista com obstáculos. Trabalhar juntamente com empresas já estabelecidas nem sempre é fácil, levando em consideração todas as diferentes estruturas e práticas de trabalho. Portanto, como empresa de consultoria, é nosso dever ajudar startups em seu caminho para o crescimento”.

Smith ainda explica que sob o manto da CODE_n é possível trabalhar de forma construtiva em conjunto para melhorar a configuração global de novas empresas na Alemanha e impulsionar este país como um local de negócios para TI. “É por isso que somos parceiros do CODE_n há quatro anos. No CODE_n vemos como pegar um conceito inicial e o transformá-lo em um verdadeiro modelo de futuro”, discorre o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor