Concurso de inovação recebe 400 inscrições sobre o tema Internet das Coisas

EmpresasNegóciosSoftware

O GFT CODE_n15, concurso internacional de inovação, acaba de contabilizar 400 inscrições de startups e jovens empresas de mais de 40 países que se candidataram para quarta edição da competição, que este ano tem como tema a Internet das Coisas. No final de janeiro de 2015, um júri independente irá anunciar os 50 finalistas que

O GFT CODE_n15, concurso internacional de inovação, acaba de contabilizar 400 inscrições de startups e jovens empresas de mais de 40 países que se candidataram para quarta edição da competição, que este ano tem como tema a Internet das Coisas.

Programação internet das coisas

No final de janeiro de 2015, um júri independente irá anunciar os 50 finalistas que terão a oportunidade de apresentar suas ideias inovadoras a especialistas do setor e à mídia internacional no salão de exposições do GFT CODE_n, no Hall 16 da feira CeBIT, que acontece de 16 a 20 março de 2015, em Hannover, na Alemanha. Do total de inscritos, nove empresas são brasileiras e a primeira que se classificar entre os 50 finalistas terá financiamento da viagem e da estadia para a CeBIT 2015 patrocinada pela GFT Brasil.

“Mais uma vez fomos surpreendidos com a resposta ao nosso concurso. Embora a Internet das Coisas esteja no dia a dia de todos, não é campo de atuação fácil para startups. Não basta apenas programar um aplicativo e esperar que os investidores fiquem na fila à espera dele. É preciso ter know-how de processo e indústria para atingir o sucesso neste setor altamente promissor”, explica Ulrich Dietz, CEO do Grupo GFT e o iniciador do GFT CODE_n.

O fator decisivo para Dietz é, portanto, a qualidade das participações nas quatro áreas temáticas do concurso: Indústria 4.0, Future Mobility, Smart City e Vida Digital. “A primeira impressão das inscrições que recebemos é excelente. Essa é uma boa notícia também para as empresas já estabelecidas nessas áreas e que estão digitalizando seu modelo de negócios ou pretendem fazê-lo em breve. Há um grande número de jovens brilhantes lá fora, com ideias inovadoras e extenso know-how tecnológico que podem ajudar os líderes da indústria a impulsionar o seu processo de transformação. Nosso ecossistema GFT CODE_n é projetado para unir os dois lados”, acrescenta o CEO.

Agora que o prazo de inscrição terminou, já existe um indicador das principais áreas de foco na qual as jovens empresas estão engajadas. No campo da Indústria 4.0, as startups estão focando principalmente em soluções de plataforma, que podem ser utilizadas pelas empresas para melhorar a eficiência de seus processos de manutenção, administração e desenvolvimento para aplicações máquina-a-máquina.

Muitas empresas jovens estão trabalhando em soluções de Future Mobility, tais como a melhor forma de lidar com a falta de espaço para estacionamento nas grandes cidades ou ainda como operar veículos mais antigos. O E-mobility é também uma área de foco, especialmente quanto à gestão de uma infraestrutura de carregamento da bateria e opções de pagamento facilitado.

Os ‘lares conectados’ são o principal foco do tema Smart City. Existe soluções de sensores e de operação para tudo, desde a medição da qualidade do ar interno até o controle da adega particular. Outras áreas populares incluem ideias e aplicações para o uso de energia inteligente.

Como esperado, a maioria das inscrições foram no campo de Vida Digital. Fiéis à máxima “tudo o que pode ser conectado, será conectado”, muitas startups estão trabalhando em soluções para câmeras, escovas de dente, equipamentos esportivos conectados, entre outros. Tudo isso integrados aos chamados ambientes gamificados, ou seja, aplicativos de jogos destinados a aumentar a motivação para a respectiva atividade.

Entre os candidatos da área de serviços bancários, os FinTechs estão focados principalmente em colocar o cliente no centro de tudo. É encorajadora essa tendência entre startups de focar na segurança e privacidade de dados – de modo a manter as vidas digitais o mais privadas possível.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor