Descoberto ‘worm’ em reator nuclear sul-coreano

Segurança

Foi encontrado um ‘worm’ digital de baixo risco em um reator nuclear da Coreia do Sul, que já foi removido pelas autoridades. Foi também anunciado que não foram encontrados vírus que pudessem ameaçar os controlos do reator. A Korea Hydro & Nuclear Power Co afirmou que iria aumentar os níveis de segurança, através da contratação

Foi encontrado um ‘worm’ digital de baixo risco em um reator nuclear da Coreia do Sul, que já foi removido pelas autoridades. Foi também anunciado que não foram encontrados vírus que pudessem ameaçar os controlos do reator.

central-nuclear-coreia-do-sul-1-e1419247741172

A Korea Hydro & Nuclear Power Co afirmou que iria aumentar os níveis de segurança, através da contratação de mais especialistas de TI. Para além disso, anunciou também a formação de uma equipa que ficaria responsável por supervisionar as atividades.

O reator nuclear já tinha sido alvo de ataques de hackers, no início deste mês. No entanto, a empresa anunciou que só foram roubados dos sistemas dados que não comprometem a segurança do reator.

O Ministro sul-coreano da energia, Yoon Sang-jick, afirmou em sessão parlamentar que foi encontrado um ‘worm’, que já foi removido. Mas o ataque ao reator e esta descoberta parecem não estar relacionados, já que as probabilidades apontam para que tenha sido introduzido através de USB, pelos operários que usem dispositivos não autorizados no trabalho.

A Coreia do Sul tem na segurança nuclear uma das suas principais preocupações, já que um terço da sua energia é obtida através de energia nuclear.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor