IBM faz retrospetiva e revela planos para 2015

Business IntelligenceCloudData Storage

A empresa norte-americana quer expandir o número de data centers no mundo, para conseguir enfrentar às constantes exigências de serviços baseados na internet. A IBM quadriplicou o número de infraestruturas de nuvem nos últimos 18 meses. Em declarações à Reuters, o vice-presidente dos serviços de computação em nuvem da IBM, Angel Luiz Diaz, disse que foi “um ano

A empresa norte-americana quer expandir o número de data centers no mundo, para conseguir enfrentar às constantes exigências de serviços baseados na internet.

mainframe ibm

A IBM quadriplicou o número de infraestruturas de nuvem nos últimos 18 meses.

Em declarações à Reuters, o vice-presidente dos serviços de computação em nuvem da IBM, Angel Luiz Diaz, disse que foi “um ano muito bom. Podemos mesmo dizer que foi um ano de progressos na nuvem.”

E os lucros da empresa suportam esta ideia: se em 2013 as receitas rondavam os U$ 4,4 bilhões, só nos primeiros nove meses deste ano, o valor já tinha crescido 50%.

A IBM oferece serviços híbridos de nuvem, compostos por sistemas privados de nuvem e redes públicas de nuvem.

No último trimestre deste ano, a empresa conseguiu contratos com a companhia aérea alemã Lufthansa – em regime de outsourcing – ou com o banco alemão ABN AMRO, presente também no Brasil.

Para o próximo ano, está previsto o aumento do número de data centers espalhados pelo mundo, em cerca de 25 por cento. Para além disso, a empresa tem também no futuro próximo a abertura de três novas infraestruturas de nuvem na Alemanha, México e Japão.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor