Solução de small cell da NEC distinguida no Quadrante do Gartner

Software

As soluções de small cell da NEC, cujo principal objetivo é reforçar a capacidade e a cobertura da rede móvel dos operadores, recebeu uma distinção no Quadrante Mágica do Gartner. O portfólio de soluções de small cell da NEC oferece aplicações para exterior e interior dos edifícios, para que os usuários possam aumentar a capacidade e

As soluções de small cell da NEC, cujo principal objetivo é reforçar a capacidade e a cobertura da rede móvel dos operadores, recebeu uma distinção no Quadrante Mágica do Gartner.

Gartner_ITxpo_Barcelona_2013_Thumbnail

O portfólio de soluções de small cell da NEC oferece aplicações para exterior e interior dos edifícios, para que os usuários possam aumentar a capacidade e a cobertura da rede móvel, possibilitando uma poupança de custos.

Por vezes, os sinais de alta frequência das tecnologia têm dificuldade em penetrar nos edifícios e a qualidade do serviço se degrada. Para resolver o problema, a NEC desenvolveu a oferta de small cells geridas por um servidor compacto, que garante ligação LTE, 3G e WiFi fiável.

Em comparação com sistemas como Distributed Antenna Systems (DAS), existe uma poupança de custos, já que não é necessário instalação de cabo coaxial, de unidades de ar condicionado ou de um planeamento de cobertura rádio complexo e especializado.

A solução fornece ainda uma plataforma onde são disponibilizadas aplicações nuvem inteligentes, permitindo assim a criação e a oferta de novos serviços convergentes de comunicações e TI. Ao ser integrado com a estrutura e com as comunicações da empresa, permite aos colaboradores usarem os smartphones como se fossem telefones fixos, usufruindo de reencaminhamento de chamadas ou a redução dos custos das chamadas internacionais.

De acordo com Martin Guthrie, Head of Business Development for Small Cells, “a NEC está a permitir a utilização de small cells na periferia da rede, enquanto plataforma de prestação de serviços que oferece uma verdadeira convergência entre o fixo e o wireless. Se lhe adicionarmos as vantagens associadas à virtualização de funções de rede (NFV) e às redes definidas por software (SDN), esta plataforma torna-se ainda mais flexível, permitindo a criação e entrega de novos serviços, de uma forma nova e mais ágil. Com esta plataforma escalável e evolutiva, as empresas poderão tirar melhor partido do seu investimento, ao serem capazes de responder à evolução das necessidades dos seus clientes, ao longo do tempo. Simultaneamente, os operadores beneficiarão de um aumento na taxa de utilização das suas redes e poderão ampliar o leque de serviços empresariais inovadores que podem oferecer.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor