Startup de aplicativos recorre a software SAP

Fornecedores de SoftwareNegóciosProjetosSoftwareStartup

A startup a PariPassu, de Santa Catarina, quis dar um passo em frente para a expansão de mercado. Para que os processos administrativos se tornem mais fáceis, foi implementada a solução SAP Business One. De acordo com André Donadel, diretor de operações da startup, o objetivo da utilização da tecnologia SAP é aprimorar os controles

A startup a PariPassu, de Santa Catarina, quis dar um passo em frente para a expansão de mercado. Para que os processos administrativos se tornem mais fáceis, foi implementada a solução SAP Business One.

data_management

De acordo com André Donadel, diretor de operações da startup, o objetivo da utilização da tecnologia SAP é aprimorar os controles dos processos administrativos. “Antes da adoção do SAP Business One fazíamos os controles internos por meio de planilhas, dificultando a análise das informações. A partir de agora teremos mais dados confiáveis para tomar as melhores decisões de negócio.”

A PariPassu, criada em 2005, desenvolve aplicativos para monitorar toda a cadeia de abastecimento de alimentos, desde as áreas de produção, até à distribuição de alimentos perecíveis. São também importantes os aspectos regulatórios relacionados com segurança alimentar e saúde pública.

“Um de nossos sócios que havia trabalhado com rastreabilidade de alimentos na Europa identificou que no Brasil havia uma oportunidade para ferramentas que aplicassem ao conceito de redução do consumo de agrotóxicos e em 2005 criamos nossa solução para o mercado”, explica Donadel.

A SAP lançou em 2012 o programa SAP Expoentes, que tem como objetivo a colaboração sustentável de empresas que geram impacto social positivo em mercados emergentes. A PariPassu é uma das cinco startups incluídas neste programa, a partir de fevereiro deste ano.

“Através do SAP Expoentes o empreendedor tem acesso à uma rede selecionada de mentores e às tecnologias da SAP. Os mentores servem de apoio estratégico ao negócio enquanto a tecnologia aumenta a eficiência da operação. Estes recursos, somados ao trabalho duro e dedicação dos empreendedores, agem como um catalisador do crescimento das empresas”, explica Enio Borges, gestor de contas do programa SAP Expoentes.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor