Taglog implementa WMS da Store Automação

HOMESoftware

A Taglog, centro de distribuição referência na armazenagem e logística no Sul do Brasil, acaba de descontinuar o uso do seu antigo WMS (Warehouse Management System) em prol do software da Store Automação, empresa de Tecnologia da Informação especializada no setor logístico. Com o novo sistema, a empresa prevê como principais ganhos no processo a

A Taglog, centro de distribuição referência na armazenagem e logística no Sul do Brasil, acaba de descontinuar o uso do seu antigo WMS (Warehouse Management System) em prol do software da Store Automação, empresa de Tecnologia da Informação especializada no setor logístico. Com o novo sistema, a empresa prevê como principais ganhos no processo a completa integração com seu sistema de gestão empresarial (ERP) e a automação das funções do armazém via coletores de dados Radio Frequência (RF).

taglog

Localizada estrategicamente na BR 101, há apenas 11 quilômetros do Porto de Itajaí e 13 quilômetros do Porto de Navegantes, a Taglog conta com uma área total de 60 mil metros quadrados e 21 mil posições paletes que suportam mais de 40 clientes. Para gerenciar toda essa estrutura, conferindo maior credibilidade e agilidade à sua rotina, o novo WMS funcionará de forma integrada ao ERP, gerando informações dos módulos de recebimento, faturamento e estoques. Com isso, o processamento de dados ocorrerá em tempo real, permitindo informações precisas para a gestão do processo e visualização do trabalho em curso.

“Com o mapeamento acontecendo de forma simultânea, será possível atuar na tomada de decisões para a solução de gargalos. Além disso, todo o processo é disponibilizado de forma on-line para o cliente, o que permite agregar valor à operação e garantir a qualidade no atendimento”, explica o gerente de TI da Taglog, Anderson Luiz Martins.

Com a utilização do WMS da Store e de coletores de dados RF o processo de automação do armazém ficará mais inteligente. Com essas tecnologias serão registradas as entradas dos itens no centro de distribuição e nas docas de carga, além de permitir que o usuário possa reportar em tempo real todos os processos internos, incrementando a acuracidade dos estoques.

“A partir das características e demandas de cada cliente, conseguimos inserir diferentes informações nas cargas através do coletor de dados RF. Os produtos de maior rotatividade, por exemplo, passam a ter endereços flexíveis e precisos, orientando a rotina dos operadores e reduzindo o tempo de uso das empilhadeiras”, pontua Martins.

Para o presidente da Store Automação, Wagner Tadeu Rodrigues, o resultado é uma operação de armazenagem e distribuição com melhor aproveitamento dos recursos operacionais (equipamentos, área e colaboradores) da Taglog.

“A Store Automação tem como desafio permanente agregar valor às operações dos clientes através do investimento em ferramentas consistentes e que reduzam custos sem comprometer a qualidade, além de conferir maior credibilidade e agilidade à rotina das empresas”, finaliza Rodrigues.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor