WTI expande área de atuação e lança produtos para Internet das Coisas

EmpresasNegócios

A cearense WTI (We Think Innovation), empresa especializada em governança de TI, decidiu diversificar e investir em outras áreas de atuação, e acaba de ingressar no mercado de IoT (Internet of Things), com o lançamento da linha WTI@home. Baseado na IoT, a WTI desenvolveu um software com objetivo de integrar tecnologias de diversos fabricantes, fazendo-os

A cearense WTI (We Think Innovation), empresa especializada em governança de TI, decidiu diversificar e investir em outras áreas de atuação, e acaba de ingressar no mercado de IoT (Internet of Things), com o lançamento da linha WTI@home.

InternetofThings

Baseado na IoT, a WTI desenvolveu um software com objetivo de integrar tecnologias de diversos fabricantes, fazendo-os se comunicarem etrabalharem em conjunto, independente do fornecedor e da forma de comunicação de cada um deles.

“A Internet das Coisas é um conceito fabuloso, mas ainda muito incipiente e mal aproveitado. A maioria dos fabricantes está desenvolvendoprodutos para atender a uma atividade específica e poucas empresas estão realmente preocupadas na interoperabilidade, ou trabalho em conjunto dos vários dispositivos entre si, para de fato, ter a IoT funcionando”, declara Wellington Rats, um dos sócios da WTI.

Segundo o IDC, o número de dispositivos conectados a esfera IoT será da ordem de 30 bilhões em seis anos e prevê um mercado potencial estimado em 7,3 bilhões de dólares já em 2017.

Com aporte do fundo Criatec, em 2012, a empresa investiu em P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) e está lançando sua própria linhade produtos voltados inicialmente ao mercado de Inteligência Residencial. São ao todo 10 itens da nova marca WTI@home, cujas principais características são: alta tecnologia embarcada, tecnologia sem fio, baixo investimento e a integração com dispositivos de fabricantes e tecnologias diferentes.

“Queremos que os consumidores tenham a oportunidade de escolher o fabricante com o qual se identifiquem mais, e permitir que ele mude de ideia e amplie o projeto com outros fornecedores, sem perder o investimento inicial”, diz Rats.

Além disso, a proposta da WTI é facilitar o processo das reformas em imóveis já construídos, permitindo que o cliente automatize os ambientes por partes, sem a necessidade de altos investimentos iniciais. “Outro setor que devemos trabalhar, a fim de democratizar o conceito de automação, é por meio das construtoras com lançamentos de empreendimentos automatizados desde a planta, proporcionando um diferencial competitivo”, complementa Rats.

Os produtos WTI@home estarão disponíveis para o mercado no início de 2015.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor