Ataque contra PSN foi ação de marketing de grupo cracker

Segurança

O ataque que estragou o natal de milhões de jogadores, perpetrado pelo Lizard Squad, não passou de uma jogada de marketing para divulgar um serviço de ataques DDoS. Os crackers (hackers que usam suas habilidades para deliberadamente causar danos e obter vantagens financeiras de modo criminoso) oferecerão, mediante mensalidades que custam a partir de U$

O ataque que estragou o natal de milhões de jogadores, perpetrado pelo Lizard Squad, não passou de uma jogada de marketing para divulgar um serviço de ataques DDoS.

hacker

Os crackers (hackers que usam suas habilidades para deliberadamente causar danos e obter vantagens financeiras de modo criminoso) oferecerão, mediante mensalidades que custam a partir de U$ 3, seus “serviços”.

Denominado LizardStresser, o objetivo do serviço não é testar a resiliência de sites contra ataques (como as ferramentas legítimas disponíveis), mas derrubar qualquer alvo escolhido pelos contratantes.

Segundo o comunicado, o Lizard Squad oferece o poder que derrubou redes como Xbox Live, Playstation Network, Jagex, BattleNet e League of Legends.

O grupo havia declarado anteriormente que tinha o controle de cabos submarinos, que permitem ataques a mais de 1,2 terabits por segundo.

Ousado, o grupo acredita ser intocável. Agora é esperar pela respostas das autoridades e da comunidade de hackers legítimos, que agem com ética e já expressaram repúdio às ações do Lizard Squad.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor