CNN usará drones em cobertura jornalística

EmpresasNegócios

A Agência Federal de Aviação americana (FAA) emitiu uma autorização especial para que a rede de notícias CNN teste drones para captação de imagens com fins jornalísticos. O objetivo é conseguir novos avanços e definir quais aeronaves não tripuladas serão posteriormente utilizadas. Segundo a AFP, os testes previstos serão realizados com o instituto de pesquisa

A Agência Federal de Aviação americana (FAA) emitiu uma autorização especial para que a rede de notícias CNN teste drones para captação de imagens com fins jornalísticos.

drone-camera

O objetivo é conseguir novos avanços e definir quais aeronaves não tripuladas serão posteriormente utilizadas. Segundo a AFP, os testes previstos serão realizados com o instituto de pesquisa Georgia Tech.

Esse é um importante movimento para a regulamentação comercial dos drones. Apesar de limitados a voar até menos de 120 metros de altura e longe de aeroportos, os aparelhos não tem nenhum tipo de controle. Com regras definidas, será possível cobrir notícias, eventos esportivos e culturais de maneira mais dinâmica e econômica.

Em vez de partilharem um helicóptero, que tem diárias caras e consomem uma porção significativa do orçamento de cobertura, as equipes poderiam ter drones próprios, de custo muitas vezes menor, multiplicando a possibilidade de uso na produção de conteúdo.

Ainda sem um marco regulatório no Brasil, o uso de drones deve ser normatizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) até o segundo semestre de 2015.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor