Facebook aposta ainda mais no vídeo

e-MarketingRedes Sociais

Ainda antes do final do ano, o Facebook já tinha percebido que a aposta em vídeo tinha claros efeitos nas cotações da bolsa da empresa e que poderia ser outra fonte de receitas. Em 2014, a quantidade de vídeos que apareceu nos feeds de notícias dos usuários triplicou. Tanto as grandes empresas quanto as mais

Ainda antes do final do ano, o Facebook já tinha percebido que a aposta em vídeo tinha claros efeitos nas cotações da bolsa da empresa e que poderia ser outra fonte de receitas.

facebook

Em 2014, a quantidade de vídeos que apareceu nos feeds de notícias dos usuários triplicou. Tanto as grandes empresas quanto as mais pequenas começaram a usar a ferramenta de vídeo do Facebook, no ano passado.

Mas, afinal, qual foi a principal vantagem desta ferramenta? Para além de ser uma forma de publicidade num local acessado por milhões de pessoas, a rede social disponibiliza funcionalidades que permitem aos anunciantes avaliar se os resultados vão ao encontro das metas estabelecidas.

Mas o Facebook quer ir ainda mais além, como explica a diretora de produto encarregue da ferramenta de vídeo, Fidji Simo. O objetivo é que os anunciantes possam comprar anúncios de uma forma mais fácil, com vídeos direcionados para o respetivo público alvo de cada campanha.

Desde que foi lançada em Março do ano passado, a ferramenta de vídeo da rede social de Mark Zuckerberg já conseguiu mais de R$ 16 bilhões. Para 2015, as estimativas dos analistas apontam para um crescimento de 30 por cento, que poderá representar receitas de mais de R$ 20 bilhões.

Ainda que estes valores sejam apenas uma pequena parte do grande bolo de R$ 188 bilhões de receitas publicitárias no mercado de televisão norte-americana, as previsões apontam para o crescimento constante das promoções de vídeos.

“Ainda estamos a começar a compreender o que é que é o vídeo no Facebook”, diz Fidji Simo. “Queremos garantir que estamos mesmo a envolver os utilizadores no vídeo, para que os marketers possam realmente compreender.”

O Facebook revelou um relatório sobre a forma como a publicidade em vídeo está a alterar a forma de comunicar na rede social. Só em 2014, a quantidade de vídeos no Facebook cresceu 3,6 vezes.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor