Pesquisa revela que idosos sentem-se desprezados por empresas de tecnologia

e-MarketingEmpresasNegócios

A AVG Technologies, empresa de segurança online com mais de 188 milhões de usuários ativos, ouviu quase seis mil pessoais com mais de 50 anos sobre seus hábitos tecnológicos e opiniões sobre as novas tendências desse mercado, como parte de uma pesquisa em andamento para a série AVG Digital Diaries. A pesquisa, que entrevistou o

A AVG Technologies, empresa de segurança online com mais de 188 milhões de usuários ativos, ouviu quase seis mil pessoais com mais de 50 anos sobre seus hábitos tecnológicos e opiniões sobre as novas tendências desse mercado, como parte de uma pesquisa em andamento para a série AVG Digital Diaries.

usuario senior

A pesquisa, que entrevistou o público na Austrália, Brasil, Canadá, República Tcheca, França, Alemanha, Nova Zelândia, Reino Unido e Estados Unidos, revelou que os consumidores mais velhos sentem-se desconfortáveis com a forma como são tratados por essa indústria, muitas vezes sendo considerados “analfabetos digitais”.

76% dos brasileiros com mais de 50 anos estão no Facebook e 78% possuem Smartphones. Apesar disso, 50% desses usuários sentem-se menosprezados pelas empresas de tecnologia.

Dentre as reclamações mais recorrentes entre aqueles que se sentem menosprezados pelas empresas (39%), está a de que as empresas tratam todos a partir de uma certa idade da mesma forma (32%). Esse comportamento não é justificável, uma vez que apenas 16% dos entrevistados se classificaram como novato em relação ao uso da tecnologia, enquanto a grande maioria (76%) se autorrotulou como usuário experiente.

A pesquisa, que forneceu algumas impressões sobre o uso de aplicativos e aparelhos pelos usuários de mais de 50 anos, também revelou algumas preocupações quanto à segurança e privacidade:

• 87% dos entrevistados admitiram ter alguma preocupação sobre segurança e privacidade em suas atividades online
• 66% se preocupam com a segurança de seus dados e arquivos
• 44% se preocupam em manter suas informações pessoais privadas

“Empresas de tecnologia devem pensar bem antes de isolar os clientes mais velhos,” afirma Judith Bitterli, Diretora de Marketing da AVG Technologies. “Esse é um público em franco crescimento, com mais poder de consumo e que está usando ativamente dispositivos móveis e aplicativos. Por exemplo, nossa pesquisa descobriu que 83% das pessoas com mais de 50 anos ouvidas usam algum aplicativo em seus aparelhos. Uma vez que é fundamental abordar as preocupações sobre privacidade e segurança dessa parcela da população, Isso deve ser feito de uma forma atenciosa e não condescendente.”

“As empresas de tecnologia muitas vezes focam nos jovens, mais ávidos por novidades constantes, mas se esquecem que a população está envelhecendo e que precisamos orientar e focar nossas soluções também para um uso eficiente e seguro para o público maduro. Nesse sentido, temos estabelecidos diversas parcerias e pesquisas para adequar nossos produtos à esse público com mais de 50 anos”, explica Mariano Sumrell, diretor de Marketing da AVG Brasil.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor