SNCT encerra 2014 com mais de 89 mil atividades cadastradas

EmpresasNegócios

A missão de popularizar a ciência e mostrar a sua importância para o desenvolvimento do país mais uma vez contou com a grande mobilização pelo país com a realização da 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2014). Foram mais de 89 mil ações em todas as regiões brasileiras cadastradas no site oficial do

A missão de popularizar a ciência e mostrar a sua importância para o desenvolvimento do país mais uma vez contou com a grande mobilização pelo país com a realização da 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2014). Foram mais de 89 mil ações em todas as regiões brasileiras cadastradas no site oficial do evento. O número é mais que o dobro da quantidade registrada no ano passado, quando cerca de 34 mil iniciativas foram registradas no portal.

business technology

A expectativa do MCTI de mobilizar mais cidades em torno da SNCT também se concretizou. Até a data avaliada (10 de dezembro), foram enviadas informações de ações realizadas em 897 cidades brasileiras, contra 740 no ano passado, ou seja, 157 municípios a mais que na edição anterior. No total, 19 estados ampliaram o número de atividades, com destaque para Bahia e Rio Grande do Sul, que registraram mais de 20 mil atividades (25.089 e 21.206, respectivamente), além do Amazonas, que cadastrou quase 13 mil ações.

A quantidade de cidades participantes também cresceu em 17 unidades federativas, sendo que Pará, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Mato Grosso, Tocantins, Bahia e Alagoas mais do que duplicaram os municípios mobilizados. Os estados com mais cidades envolvidas são: Minas Gerais (154), Rio Grande do Sul (98) e Amazonas (63).

“O aumento do número de atividades, que corresponderam a mais de 260% do verificado no ano anterior, e o envolvimento de mais cidades mostra que a população brasileira está mais ávida do que nunca pelo conhecimento científico”, avalia o diretor de Popularização e Difusão de Ciência e Tecnologia do MCTI, Douglas Falcão. “As instituições estão cada vez mais sensibilizadas pela importância de levar o conhecimento científico traduzido nas mais variadas formas.”

Dez unidades da federação ampliaram o número de instituições envolvidas. Destaque para Rio Grande do Norte (de seis para 85), o Acre (19 para 31), Rio de Janeiro (196 para 209), Distrito Federal (68 para 121), Bahia (oito para 20). O Rio é a unidade com maior número de instituições participantes, seguido e Minas Gerais e do Distrito Federal.

Comprometimento

Para Douglas Falcão, que é coordenador nacional da semana e teve a oportunidade de estar presente em 15 cidades de nove estados brasileiros durante a SNCT 2014, grande parte do resultado se deve ao comprometimento dos parceiros envolvidos em todo o Brasil. “Em cada lugar visitado, encontramos pesquisadores, professores, técnicos que abraçam a causa da popularização da ciência e que viram na temática ‘Ciência e tecnologia para o desenvolvimento social’ uma oportunidade de explorar a ciência e a tecnologia por um viés social”, observa.

Outro fator foi a mudança no formato de registro das ações, que permitiu maior clareza na diferenciação entre “evento” e “atividade”. “Imagine que uma escola organize uma feira de ciências com 80 trabalhos. Enquanto isso, uma universidade organiza uma palestra com um renomado cientista político para tratar da temática da SNCT. Ambas as ações são importantíssimas, mas para fins de cadastramento, cada trabalho do evento feira de ciências deve ser contabilizada como uma atividade e portanto, irá gerar 80 atividades. Já a palestra gera apenas uma atividade”, exemplifica.

Perspectivas para 2015

A nova metodologia foi discutida em seminário organizado em Brasília, no mês de março, que contou com a presença de quase todas as coordenações estaduais da SNCT. Para o coordenador, apesar do aumento verificado com a mudança no procedimento, o cadastramento oficial ainda está muito aquém da realidade. “Mas demos um importante passo. Em 2015, esperamos que o cadastramento no site se aproxime ainda mais daquilo que realmente acontece.”

A edição do ano que vem acontecerá, entre os dias 19 e 25 de outubro, e terá como tema “Luz, ciência e vida”, alinhado com o Ano Internacional da Luz em 2015 proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas. A expectativa é que a temática interdisciplinar seja amplamente explorada pelas instituições. “Estamos finalizando as tratativas para assinatura de um acordo de cooperação técnica com o Instituto Tim que permitirá o repasse de R$ 2,5 milhões que serão utilizados no edital voltado às atividades de popularização na temática da luz, o que irá beneficiar um grande número de instituições em todo o Brasil para participarem da SNCT de 2015”, adianta.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor