Solução da Riverbed oferece novos recursos para ambientes híbridos

Software

A Riverbed Technology, fornecedora de soluções de infraestrutura para desempenho dos aplicativos, anunciou o Riverbed SteelHead CX 70 Series, solução de otimização de WAN, desenvolvida especificamente para suprir as demandas de performance de aplicações em empresas com a infraestrutura híbrida. O Steelhead CX foi projetado para prover um desempenho escalável, dar visibilidade e promover otimização

A Riverbed Technology, fornecedora de soluções de infraestrutura para desempenho dos aplicativos, anunciou o Riverbed SteelHead CX 70 Series, solução de otimização de WAN, desenvolvida especificamente para suprir as demandas de performance de aplicações em empresas com a infraestrutura híbrida.

Riverbed 3D

O Steelhead CX foi projetado para prover um desempenho escalável, dar visibilidade e promover otimização nos ambientes corporativos a fim de apoiar o aumento do número de usuários, dispositivos e datacenters.

Este novo hardware vem com os sistemas SteelHead 9.0 e do Riverbed SteelCentral AppResponse 9.5, compondo uma solução robusta para organizações que operam com ambientes híbridos, ou seja, redes MPLS, VPN privada e Internet pública etc e com aplicações que rodam numa combinação de processamento local, modalidade SaaS (Software como Serviço) e/ou nuvem.

Com o hardware completamente novo, o Steelhead CX 70 inclui uma arquitetura SSD – com base em unidade de estado sólido-, o dobro da capacidade de memória RAM e maior poder de processamento para oferecer escalabilidade e maior desempenho para as aplicações.

Com o aumento do número de ambientes híbridos, os desafios para os CIOs estão cada vez maiores. Enquanto as arquiteturas híbridas e aplicações SaaS ajudam organizações a diminuírem custos, reduzirem tempo de negócios e aumentarem a produtividade do usuário final, elas também criam desafios de gerenciamento para CIOs e para as equipes de TI, uma vez que esses profissionais têm que oferecer alta performance e operação ininterrupta ao usuário final. Para isso, os CIOs precisam ter visibilidade, controle e otimização em seu ambiente para assegurar que todas as aplicações terão uma performance adequada, seguindo os contratos de nível de serviços (SLAs – Service Level Agreements). A fim de atingir esses desafios, o SteelHead CX 70 pode promover o crescimento do número de conexões entre usuários finais e servidores de aplicações baseados na web.

O SteelHead provê informações e prioriza o tráfego de rede e, dessa forma, aumenta a visibilidade essencial para a previsão de problemas, reparos, além de antecipar uma possível degradação das redes e das aplicações.

Segundo a Riverbed, o novo SteelHead CX 70 Series agrega cinco vezes mais de capacidade em rede WAN para os recursos disponibilizados pela linha SteelHead, tais como: Application Flow Engine, Network QoS, Path Selection, Secure Transport e SteelFlow – e a integração com o SteelHead 9.0 e SteelCentral AppResponse 9.5 para visibilidade completa de métricas de performance.

A solução também foi desenvolvida para suportar 100% das conexões otimizadas usando os protocolos secure socket layer (SSL) e Transport Layer Security (TLS), atendendo aos requisitos atuais de segurança para o transporte de dados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor