Tecnologia de ponta permite aumento de produtividade do Poder Judiciário

EmpresasHOMENegóciosSoftware

O Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul foi destaque em nível nacional devido ao pioneirismo na conclusão da adoção do processo digital e agora, mais uma vez, desponta na área de Tecnologia da Informação com um sistema de comunicação eficiente e com alto desempenho no acesso às aplicações, garantindo boa produtividade aos magistrados

O Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul foi destaque em nível nacional devido ao pioneirismo na conclusão da adoção do processo digital e agora, mais uma vez, desponta na área de Tecnologia da Informação com um sistema de comunicação eficiente e com alto desempenho no acesso às aplicações, garantindo boa produtividade aos magistrados e aos demais profissionais do poder judiciário. A tecnologia que contribuiu para a geração desses benefícios foi a empregada no Riverbed SteelHead.

riverbed steelhead

O Tribunal de Justiça (MS) adquiriu 65 equipamentos da Riverbed, a fim de otimizar a comunicação do TJ com as unidades judiciais localizadas na Capital e no interior do Estado, instalando um appliance em cada local. Com isso, o TJ conseguiu boa performance do SAJ (Sistema de Automação Judiciária) e aplicações necessárias ao bom funcionamento do Poder Judiciário.

Segundo a Riverbed, o Steelhead também proporciona recursos para virtualização de servidores, contando com um VMWARE ESXi nos appliances, o que permitiu à equipe de TI remodelar a infraestrutura local das unidades judiciais, virtualizando todos os serviços locais, deixando-as mais simples e eficientes.

A Tecnologia da Riverbed proporcionou a segurança necessária para a implantação do processo digital e também de muitos outros serviços inovadores adotados pelo judiciário sul-mato-grossense, como por exemplo: mídia servers nas unidades, possibilitando o recurso de gravação de audiências, sistemas de e-learning da Escola Judicial, rádio institucional e notícias em vídeos.

Na área de infraestrutura de TI o Riverbed Steelhead permitiu a centralização dos servidores de aplicações, banco de dados e backup que ainda estavam distribuídos em muitos sites, devido a má performance dos links de comunicação. Os recursos permitiram a virtualização de servidores e serviços locais, diminuindo a quantidade de equipamentos necessários para a operação dos sites.

Outro projeto importante possibilitado pelo recurso de virtualização dos Steelheads foi a implantação da redundância dos links de comunicação, com a virtualização de servidores BSD rodando o firewall e serviço BGP necessários, sem a necessidade de aquisição de
equipamentos adicionais.

De acordo com Luis Otávio Lima Júlio, analista de TI do TJ (MS), a necessidade de garantir a continuidade e confiabilidade de operação da rede ganhou ênfase no período de migração do processo físico (em papel) para a adoção do processo digital. “A área de TI tinha ciência que seria preciso melhorar a infraestrutura e o grau de confiabilidade no sistema de comunicação com as unidades judiciais para o sistema digital ter sucesso”, declara.

Essa nova estrutura de TI gerou uma sensível redução de custos para o TJ (MS) pela eliminação do serviço de manutenção que, anteriormente, era frequente para manter os 220 equipamentos (de 3 a 4 equipamentos por local, servidores de aplicação e backup) em funcionamento nas 65 unidades judiciais e também devido à diminuição de consumo de banda junto às operadoras de Telecomunicação, que permitiu manter os contratos sem muitas alterações desde então.

Com o uso da tecnologia Riverbed, o TJ conseguiu uma otimização de tráfego de dados comprovada do sistema judiciário em 45% e de 80% do tráfego de internet (HTTP).

A equipe de TI do Tribunal se apoiou no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) que já utilizava a plataforma de aceleração da Riverbed e decidiu pela tecnologia em conjunto com os serviços da integradora Servix.

De acordo com João Paulo de Albuquerque Melo, gerente geral da Riverbed no Brasil, este projeto no TJMS é uma grande conquista para a Riverbed, pois vimos o quanto podemos contribuir para o Poder Judiciário brasileiro, tanto em ganhos de produtividade como em redução de custos. “A plataforma da Riverbed é um conjunto de produtos modulares desenvolvidos para atribuir recursos às estruturas de TI a fim de alinhar e entregar resultados para os negócios de cada organização, seja pública ou privada. No Tribunal, a linha SteelHead proporcionou alto desempenho e promoveu a racionalização da infraestrutura de filiais, conseguindo melhorar a experiência do usuário final”, comemora o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor