Vendas globais de chips aumentam 7,9% em 2014

HOMENegócios

De acordo com dados apurados pelo Gartner, as vendas globais de semicondutores cresceram 7,9% durante 2014, puxadas pela retomada da produção de computadores pessoais e do crescente volume movimentado pelos fabricantes de chips de memória. As vendas de chips representaram US$ 339,8 bilhões no ano passado, com as 25 maiores empresas de semicondutores detendo uma fatia

De acordo com dados apurados pelo Gartner, as vendas globais de semicondutores cresceram 7,9% durante 2014, puxadas pela retomada da produção de computadores pessoais e do crescente volume movimentado pelos fabricantes de chips de memória.

9685.57606-Chip

As vendas de chips representaram US$ 339,8 bilhões no ano passado, com as 25 maiores empresas de semicondutores detendo uma fatia maior de mercado: 72,1% da receita total, contra 69,7% em 2013.

A Intel manteve a primeira posição no ano passado, com receita estimada de US$ 50,84 bilhões, um considerável aumento de 4,6% em relação ao ano anterior, voltando a apresentar crescimento depois de dois anos de quedas. A norte-americana deteve 15% do mercado total.

A Samsung Electronics ficou em segundo lugar, com receita estimada de US$ 35,28 bilhões, um aumento de 10%. A sul-coreana respondeu por 10,4% do mercado.

A receita das memórias DRAM aumentou em 31,7% durante 2014, com a estabilidade dos preços incentivando as vendas.

De acordo com a análise do Gartner, todas as categorias de dispositivos cresceram em 2014, com destaque para o mercado de memórias flash, que cresceu 16,9% em 2014. Excluída a receita de chips de memória, as vendas de semicondutores subiu 5,4%, 0,8% mais que em 2013.

Atrás de Intel e Samsung vêm SK Hynix (4,7% e US$ 15,9 bilhões), Toshiba (3,4% e US$ 11,6 bilhões), Texas Instruments (3,4% e US$ 11,5 bilhões), Broadcom (2,5% e US$ 8,3 bilhões), STMicroeletronics (2,2% e US$ 7,4 bilhões) e Renesas (2,1% e US$ 7,2 bilhões).


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor